19 setembro 2013

Amar com o amor de Deus

...uma continuidade tão evidente entre as ações de Deus e seus efeitos em mim que "eu te amo" se torna "eu te amo com o amor de Deus" e "eu não te amo mais" é uma total impossibilidade.

10 comentários:

Marcio Pereira Gonçalves disse...

Aquele que diz que ama a Deus e não ama o próximo, se torna um mentiroso, e aquele que não consegue perdoar é porque nunca experimentou o amor de Deus que se manifesta no perdão, quando dobramos sob a Cruz. Este é o poder do amor contínuo de Deus em nossas vidas.

Norma disse...

Sim. Tenho experimentado a realidade do amor e do perdão no meu casamento. É incrível como a santificação se intensifica quando nos casamos no Senhor!

Jemima Schützer Lasso disse...

Que lindo!

Luciana Figueiredo disse...

Nascemos para amar a Deus, mas o pecado desorganizou-nos de tal forma que a natureza confunde lascívia com amor.

Maykon Johny disse...

Lembrei-me de um vídeo curtinho de um pregador muito eloquente que fala maravilhosamente bem sobre o amor de Deus.

Porém, é um daqueles vídeos que nos deixam profundamente frustrados por conterem aquela mensagem maravilhosa, mas que não podemos compartilhar com todos pelo fato do pregador conseguir a façanha de inserir em poucos segundos, e da forma mais sutil, alguns erros fatais que acabam viciando toda mensagem.

Eis o vídeo do tal pregador, que, por sinal, considero um dos mais perigosos do Brasil na atualidade, especialmente pela sua eloquencia angelical, "inclusiva", e provavelmente "revolucionária":

http://www.youtube.com/watch?v=XJejBFrnebw

O que acha?

Maykon

Norma disse...

Oi, Maykon!

O Kivitz realmente tem problemas sérios na teologia dele. Falei sobre ele e Gondim aqui:

http://normabraga.blogspot.com.br/search?q=Kivitz

Infelizmente, muitos têm confundido a pregação do amor de Deus com a ausência de pregação dos limites de Deus. A verdadeira liberdade tem limites. Para que alguém seja liberto pela verdade de Cristo, precisa renunciar ao amorrrrr sem limites, politicamente correto, que nega a ira de Deus e até contribui para que muitos se mantenham em pecado. Graças a Deus que você tem percebido essas coisas.

Abraços!

Norma disse...

P.S. Ainda não tive tempo para ver o vídeo, mas, quando puder, comento! ;)

Eric Cunha disse...

O T. W. Manson faz a extraordinário observação que os judeus também ouviram "amai o próximo COMO a TI MESMO". E que o Evangelho inova na sutileza Do que diz: amai COMO EU vos amei.

Maykon Johny disse...

Norma, eu tenho uma teoria: a de que pregadores como ele são mais perigosos do que Edir Marcedo, R.R. Soares e Valdemiro Santiago.

Digo isso pois penso que nem é preciso ter um profundo conhecimento bíblico para não cair na conversa deles, basta ter aquele mínimo de bom senso que qualquer ímpio assistido pela graça geral tem.

Agora com o Ed não é bem assim. A sutileza dele é muito mais perigosa. Basta ver a diferença entre o público dele e o público dos líderes neo-pentecostais. Ele consegue convencer muita gente de alto nível, muita gente formadora de opinião (só eu conheço "uns par" de gente assim que o admira), e isso é perigoso.

Aliás, o vídeo que mandei tem pouco mais de 14 minutos, e uns 99% é alimento da melhor qualidade. Mas por volta dos 2min12 é que ele resolve temperar o jantar com aquele 1% de cianureto, que nem deveria ter passado pela porta da cozinha. Pra ser mais direto, ele deixa clara a sua postura universalista. E o pior, de forma perigosamente convincente.

Um abraço...

Maykon

Norma disse...

Eu já fico em dúvida sobre os 99% - acho que é uma estimativa bem otimista. :-) Mas vou ver o vídeo e depois lhe falo. ;-)