01 setembro 2014

Caricatura

Quer a sua? Fale com Armando Marcos! (Obs. Essa postagem não é patrocinada, mas sim uma expressão de agradecimento pelo desenho tão bonito e expressivo!)

14 agosto 2014

Palestra sobre apologética

No próximo sábado, André Venâncio e eu estaremos na Igreja Presbiteriana de Pirangi, em Natal, para falar sobre apologética. Se você mora na cidade, não perca!


07 agosto 2014

"Você se torna aquilo que adora": painel com G.K. Beale





Estou completamente apaixonada pelo livro Você se torna aquilo que adora, de G. K. Beale. Para uma "criatura literária" como eu, uma abordagem global da Bíblia, com comparações minuciosas entre textos, é uma festa! Nesse painel do Congresso Vida Nova, Beale explica a ideia central do livro, contida no título e defendida a partir das relações entre Isaías 6.8-10 e outros textos, sempre sob o tema da idolatria. Em seguida, Mauro Meister e Franklin Ferreira discorrem sobre, respectivamente, a origem da idolatria em Gênesis 3 (que eu sempre abordo ao falar para mulheres) e decisões simples para reduzir a possibilidade da idolatria no culto público (pois é, porque mesmo os crentes ainda caem em situações idólatras!). Para finalizar, Beale trata da importância do tema da idolatria para nós, cristãos de hoje. Tanto o vídeo como o livro são simplesmente IMPERDÍVEIS. Estou quase chegando à metade da obra de Beale e, assim que terminar, escrevo uma resenha para o blog. Posso dizer que está me abençoando muitíssimo, e certamente terá sido um dos melhores livros de teologia que já li na vida. Aguarde (e não deixe de ler)!

04 agosto 2014

Animais, crianças e adultos

O pai se distraiu com o filho pequeno no zoo e o menino mais velho pulou para dentro da área proibida que dá para a jaula do leão e do tigre.

- Vi que a situação estava sob controle, o leão estava muito tranquilo - contou o pai.

O pai DEIXOU o menino ficar dentro da área PROIBIDA do leão e do tigre. O menino atiçou os animais, enfiou o braço pela grade e o tigre o atacou.

- Acidentes acontecem. Podia ter sido com o filho de qualquer pessoa -, comentou a mãe.

O pai DEIXOU o menino ficar DENTRO DA ÁREA PROIBIDA do leão e do tigre. O menino perdeu o braço. A opinião pública culpa o zoo.

- Eles têm a obrigação de proteger os consumidores de eventuais acidentes -, sentenciou o advogado.

O PAI DEIXOU o menino ficar DENTRO DA ÁREA PROIBIDA DO LEÃO E DO TIGRE. A opinião pública não só culpa o zoo, mas responsabiliza o animal, exigindo:

- Sacrifiquem o tigre!

O PAI DEIXOU O MENINO FICAR DENTRO DA ÁREA PROIBIDA DO LEÃO E DO TIGRE. O menino, de braço amputado, pede:

- Não matem o tigre!

Moral da história: O animal agiu conforme a natureza e a criança compreendeu isso. Já os adultos abdicaram de qualidades humanas basilares: respeito aos pais e às leis; imposição de limites na educação dos filhos; relação entre causa e efeito na infração das regras; capacidade de avaliação diante do erro; correta atribuição da responsabilidade; compaixão pelo mais fraco. E coroaram o processo de desumanização elegendo justamente o ser mais fraco - sem raciocínio e sem liberdade - como bode expiatório. Como se o tigre devesse saber que não podia atacar o menino, mas o pai não devesse saber que ensinar o filho a obedecer é um ato de proteção.

Em uma sociedade que não sabe mais como educar suas crianças, um pai dificilmente se responsabiliza quando o filho, não obedecendo, precisa arcar com as consequências de seus atos. Mas esse pai é responsável. E provavelmente será responsabilizado diante da lei.

Da próxima vez em que você pensar em enaltecer a cultura brasileira contemporânea, lembre-se dessa história e se envergonhe como eu me envergonhei...

29 julho 2014

"Armadilhas do vocabulário político" no Teologia Brasileira

Direita e esquerda, capitalismo e socialismo... Em uma época um tanto acéfala, esses termos parecem hoje mais confundir que esclarecer. Compartilho aqui o artigo de estreia do meu marido, André Venâncio, para o site Teologia Brasileira, que lança uma luz mais que bem-vinda sobre a questão.

Boa leitura!

24 julho 2014

Por que NÃO VOTAR no PT

Atenção: o texto abaixo NÃO É MEU, mas de MARCUS VINICIUS MOTTA, publicado no Facebook hoje. Resume por que nenhum cristão deveria votar no PT - nem em nenhum outro partido da esquerda brasileira que defenda as mesmas ideias: comunismo, socialismo, terrorismo.


* * *

O Brasil emitiu uma nota grosseira e ridícula contra Israel e a favor do Hamas. Chegou ao cúmulo de convocar o embaixador em Tel Aviv para esclarecimentos, o que em linguagem diplomática significa um passo antes do rompimento de relações.

Enquanto isso os embaixadores em Cuba, Venezuela, Síria, Irã, Sudão e, pasme, até CORÉIA DO NORTE, continuam com suas bundas sentadas nas cadeiras, porque, na visão do PT, nestes países tudo está perfeitamente normal.

Em resposta Israel disse que o Brasil é "irrelevante" na política externa mundial. Eu achei sensacional eles terem colocado essa política externa de fanfarra no seu devido lugar. Mas você ficou chateado com isso?

Direito seu, só não culpe Israel, reclame com o Sr. Lula e sua política externa praticada de quatro para qualquer aiatolá ou bolivariano que aparecesse, e com a "doutora" Dilma e sua leniência (pra não dizer paixão) por ditadores, genocidas e terroristas islâmicos.

Temos uma ditadura em formação (e quase completa) aqui do lado. Opositores são presos naquele país por fazerem discursos, deputados cassados sem que nada exista contra eles, uma suprema corte dominada, a justiça eleitoral corrupta. Parece até o enredo da trama que o PT engendra para o futuro do Brasil, mas já acontece hoje na Venezuela.

Os terroristas do ISIS crucificam cristãos, ordenam a mutilação genital de mulheres. O ditador Assad, na Síria, usa armas químicas contra o seu povo. O Irã tortura e estupra opositores nas suas masmorras. A Arábia Saudita trata mulheres pior do que trata cães. A China censura a internet. A Rússia patrocina terroristas ucranianos que derrubaram um avião civil com centenas de pessoas. Evo Morales ROUBA uma refinaria da Petrobrás. Rafael Correa persegue jornalistas independentes. Cuba deixa dissidentes apodrecendo em prisões. Fora o resto.

Sabe o que o governo brasileiro tem a dizer sobre isso? Nada, zero, nothing, zilch. Apenas o silêncio e a concordância covarde, pusilânime, cúmplice, que envergonha todos os brasileiros porque essa diplomacia de galinheiro fala também em seus nomes.

O Hamas joga diariamente centenas de foguetes no território israelense. Não querem saber se vão acertar escolas, sinagogas, hospitais, casas de civis. Se lixam para a vida dos outros porque se lixam para as próprias vidas, já que utilizam escolas, mesquitas, hospitais e casas de civis como escudos para esconder seus foguetes.

O que o governo brasileiro disse sobre isso? Novamente, NADA. A política externa do Partido do Mensalão alinhou o Brasil a Kadafi, Omar Bashir, Manuel Zelaya, Hugo Chávez, os irmãos necrófilos Fidel e Raul Castro, Nicolás Maduro, Daniel Ortega, Ahmadinejad e agora ao Hamas.

Tudo o que não presta, o que signifique fome, ódio, morte, supressão de liberdades, confisco, intolerância religiosa, perseguição, luta de classes, guerra, vergonha, violação de direitos, etc., etc. tem o apoio automático do lulopetismo. O problema é que o lulopetismo hoje tomou o Itamaraty de assalto, se infiltrou ali como um parasita que tudo destrói. E é o nome do Brasil que vai para o mesmo ralo, o mesmo esgoto, a mesma lata do lixo histórica em que o PT merece estar.

Vamos ser bem claros nesse momento: ignorando o que ocorre na Síria, Iraque, Sudão, etc. e hostilizando abertamente Israel, o PT deixa claro: cristãos e judeus que se danem, estamos ao lado da JIHAD. É isso. Não existe outra interpretação que não seja mera distorção e mentira.

Se fosse preocupação com os "direitos humanos", esta seria demonstrada de forma ampla e irrestrita e não seletiva e canalha como é. Sorte do PT que a maioria no Brasil é muçulmana. Se fosse cristã e judaica eles poderiam levar uma merecida surra na eleição. Não? Temos maioria cristã? Então o PT merece uma boa resposta e logo.

Porque um cristão que apóia terrorista muçulmano deveria ter vergonha na cara e se auto-excomungar, se é que isso existe, se não existe que inventem.

O PT passa quatro anos tentando liberar o aborto indiscriminadamente por baixo dos panos, a maconha, enfiando o tal kit gay pela goela dos outros abaixo, criando crackódromos em São Paulo, afrontando os pagadores de impostos, aí chega a eleição e vão tomar a bênção do padre. Mas agora passou dos limites.

Essa gente que o PT corre em socorro usando o nome do Brasil é a mesma gente que persegue, realiza conversões forçadas e assassina pessoas em nome de uma tal "religião da paz".

Vergonha tem limite e o país já foi humilhado o bastante por este Exército de Brancaleone que sequestrou o Itamaraty.

A política externa do Brasil sob comando do PT é tão bonita, saudável e elegante quanto o sorriso do Marco Aurélio Garcia, o chanceler paralelo. Não vou agredir sua visão colocando a imagem aqui, mas procure no Google, é inesquecível.

Chegou a hora de uma limpeza geral.

18 julho 2014

Politicamente correto: tédio

As duas notícias que estão por toda parte desde ontem:

1 - O chef Jamie Olivier diz que brigadeiro e quindim são uma porcaria; a opinião é considerada "xenofóbica"

2 - Moça de cabelo Black Power não consegue tirar a foto para o passaporte e fica arrasada; o sistema (que tem dificuldade em reconhecer baixo contraste) é considerado "racista"

E o que você faz quando adora brigadeiro e quindim, acha Black Power lindo mas morre de tédio com essas "notícias"? Agora só acontecimentos com potencial de aproveitamento politicamente correto é que viram notícia? Antigamente, em tempos mais sábios, seriam considerados faits divers.

Não seria o caso de aceitar a opinião do chef (que aliás, todo mundo sabe, odeia junk food, simplesmente) e solicitar um sistema de fotos mais inteligente (sem chamar o computador de "racista")? Não, é necessário sair à caça dos culpados. Promover quebra-quebra moral. E lotar de ressentimento a internet, as revistas, a televisão.

Politicamente correto: tédio!