27 setembro 2006

Não vote em quem luta pela legalização do aborto

Suspirei fundo depois desse episódio da Jandira Feghali versus o Cardeal-Arcebispo do RJ, D. Eusébio Scheid, e o Bispo Auxiliar D. Dimas Lara Barbosa. (Leia a história aqui, aqui e aqui.) Minha alegria por vê-los livres da mordaça ainda foi maior, porque meus amigos católicos falam tão bem deles!

Foi com choro e ira que me dirigi ao Senhor anteontem para pedir que a sanha dos juristas - que sabem torcer leis para favorecer decisões contrárias não só às leis eternas de Deus, mas ao bom senso - não alcançasse esses dois sacerdotes, o que feriria toda a comunidade religiosa. Ora vejam, se um sacerdote religioso não puder mais incluir em suas funções o aconselhamento dos fiéis sobre este mundo - como rejeitar o mal e favorecer o bem - , então para que servirá a religião? O juiz que estrilou porque os sacerdotes estavam tratando de política em ambiente religioso não entendeu que sua sentença significava o fim da relevância da fé. E Jesus recomendou que não nos escondêssemos, mas sim que fôssemos luz e sal - ou seja, atuarmos contra a corrente, se necessário, para que permaneça o que é correto. Entre obedecer ao juiz e obedecer a Jesus, com quem deve ficar o cristão?

Vejam o absurdo que Jandira e seus amigos socialistas-comunistas queriam impingir aos sacerdotes, e louve a Deus porque o TRE não aprovou a determinação:

“Determino a notificação do Cardeal D. Eusébio Oscar Scheid, assim como do Bispo Auxiliar, D. Dimas Lara Barbosa, no sentido de que orientem a todos os Párocos, Vigários Paroquiais e Diáconos ou a eventuais celebrantes de ofícios religiosos, no sentido de que se abstenham de qualquer tipo de comentário ou referência político-ideológica, sob pena de caracterizar-se desobediência à presente ordem judicial.”

É isso aí! Coligação PT/PC do B: muito mais censura para você. Principalmente se você for cristão!

Por isso, depois desse desfecho, abro ainda mais a minha boca, não só continuando a instar os cristãos a não votarem em candidatos que militam a favor da legalização do aborto - uma luta permanente e acirrada entre as fileiras do PT - , mas pedindo explicitamente para que não votem em Jandira Feghali. Dessa vez, por dois motivos: 1- É de autoria dela o projeto que legalizaria o aborto por qualquer motivo e a qualquer tempo, até minutos antes do nascimento; esse projeto ainda pode retornar à baila. 2- Entrou na justiça contra a Arquidiocese do Rio de Janeiro por causa da postura política pró-vida, exigindo a apreensão dos cartazes e um calaboca dos sacerdotes, que apenas estavam sendo fiéis. Portanto, não vote em Jandira: além de continuar a batalhar para liberar o aborto sem limites no Brasil, ela é dessas pessoas que jogam com a lei para atentar contra a liberdade de expressão religiosa, e isso dentro de nossos templos, o que não podemos aceitar em hipótese alguma.

7 comentários:

Paulo Alexandre disse...

Prezada Norma,

A ira que uma história dessas acende é tão intensa que é difícil irar-se sem o pecado de desejar retribuir o mal, ou extirpá-lo por meio da força humana.

Que Deus tenha misercórdia de nós e de nosso país, e que, por sua Graça, nos ajude a ser relevantes para que Sua Palavra possa encontrar morada nos corações dos que nos cercam!

Eliot D. Chambers disse...

O perfil da dona Jandira Feghali não é exatamente o mesmo que MEP e outros progressistinhas evangélicos recomendam votar? Sim, porque para essa turma, "irmão não vota em irmão" e também não vota em quem não é de esquerda. Jandira atende aos dois requisitos.

Humm...Agora estou começando a entender a proposta dos caras. É nesse tipo de gente que eles recomendam votar. Fazer o quê? O que esperar de gente liderada por quem se elegeu deputado por um partido abortista e comprometido com o lobby gay como o PT?

Zadig disse...

Revoltem-se os cristãos com essas atitudes. Proponho um "Xô Jandira".
Abraço fraterno do Beto.

Beto disse...

Norma,
Tentei postar, mas deu um erro. A questão é que atitudes assim deveriam gerar uma atitude de raiva justificada. Que os cristãos se revoltem, porque não somos obrigados a ceder nossos direitos (sagrados no caso dos padres) para pessoas e sistemas que são indignos do poder que hoje exercem.
Este é o caso de repercutirmos um XÔ, Jandira.
Que a raiva se inflame para mudar tudo isso.
Amitiés,
Beto.

Anônimo disse...

Obrigada minha irma por ser Fiel a DEUS independente de religião,somos cristãos e é isso que nos une pois JUNTOS SOMOS MAIS! Precisamos GRitar para o mundo que assim como precisamos como CIDADAõs obdecer as leis ,como CRISTãos FIEIS E OBDIENTES ao NOSSO SENHOR obedecemos primeiro a LEI de DEUS!!!VALeU... Quem como DEUS?
Abraço carinhoso
Maria Mariana

hereticus disse...

Depois de anos e anos promovendo, protegendo (caso de D. Evaristo Arns) e afagando o PT e seus aliados, pode ser que agora alguns bispos catolicos despertem para a realidade do perigo. Temo que seja muito tarde, entretanto, para que o arrependimento surta efeito nas urnas. Enfim, antes tarde do que nunca, pois a batalha contra o holocausto abortista esta' longe da vitoria. So' nos Estados Unidos, que mantem estatisticas confiaveis, desde a historica vitoria dos abortistas na Suprema Corte, a soma acumulada de abortos ja' atingiu mais de 600 milhoes. Se isto nao e' um HOLOCAUSTO, entao nao sei mais o significado das palavras. Tudo para que o lobby feminista possa afirmar que as mulheres americanas teem o direito de escolha. Esse lobby afirma ser "pro-choice", nunca usando a palavra "pro-abortion", com medo que a verdade desperte as consciencias adormecidas. E e' esse HOLOCAUSTO que a dona Jandira quer promover em nossa Patria. A ira neste caso nao so' e' justa mas sagrada.
Que Deus se apiade de no's.

Hereticus disse...

Corrijo um engano:
eu quis digitar 60 milhoes, e vejo que escrevi 600 milhoes. Mas 60 milhoes e' ainda um HOLOCAUSTO, e mantenho minha indignacao. Recomendo aos leitores (leitoras) deste blog o site do Pastor Greg Wilson,"Abortion - America's #1 killer". Mas cuidado: ao pe' da pagina esta' uma imagem chocante da mesa de um abortista, onde se veem os pedacos de uma inocente criatura,vitima de um "partial-birth abortion". Se os seus olhos nao se encherem de lagrimas, e' que voce foi desensibilizado(a) pelo bombardeio de imagens horrendas do mundo moderno. Ore a Deus para que o abortista se arrependa, e que Ele lhe conceda novos olhos!!