27 agosto 2007

O socialismo petista


Esse VÍDEO sofisticado foi produzido especialmente para um dos congressos do PT. Nele, fala-se sem rodeios da ambição petista: implantar o socialismo no Brasil.

Reparem na linguagem. A palavra "socialismo" jamais é definida adequadamente. Não é dito, por exemplo, que os governos socialistas se apropriam da riqueza com o pretexto de melhor distribuição - uma óbvia falácia. Na prática, o que ocorre é a criação de uma superclasse governista mais poderosa e mais rica, enquanto o povo se nivela em uma escassez inimaginável, que supera em muito a pobreza presente em nossas favelas urbanas; para ter certeza disso, basta ler sobre Cuba, China, a antiga URSS. (Enquanto os lares dos morros cariocas têm uma profusão de antenas de tv, por exemplo, o cubano não pode comprar itens básicos como pasta de dente e papel higiênico, e come absurdamente pouco e mal. Cuba é um grande sertão nordestino sem seca.) Bom, o PT já está poderosíssimo, com os impostos absurdos que continuamos pagando e um potente aparelhamento estatal na educação e na mídia. O que falta? Ah, falta substituir totalmente o conceito corrente de democracia - aquela em que o povo é livre para escolher o que quer estudar, o que quer escrever, o que quer financiar, em que quer trabalhar, se quer votar - pela falsa, a petista: aquela em que "governo do povo" significa "governo do PT". O governo petista reformula o conceito de democracia para erigir à vontade verdadeiros sacerdotes com todos os poderes representativos, acima do bem e do mal.

Fala-se o tempo todo tanto de "democracia" quanto de "quebra de poder dos grupos dominantes", mas não é revelado como isso se dará. Imagino que a resposta é: por vias sutis e/ou por vias autoritárias, o que der certo. Aqui, de novo, há uma torção conceitual. "Grupo dominante", não se enganem, não segue um critério econômico. Se fosse assim, toda a classe política e artística seria considerada elite. A questão é: o rico pode ser rico à vontade, desde que seja socialista ou comunista. Os ricos e influentes Fidel Castro, Chico Buarque, Luís Fernando Verissimo e Zé Dirceu estão com os oprimidos e não com os opressores, pois adotaram o discurso de esquerda. "Grupo dominante", portanto, é simplesmente sinônimo de oposição: serve para caracterizar todo e qualquer sujeito que se oponha ao projeto de poder petista. O conservador que repudia o governo totalitário dos regimes comunistas é tachado de "membro de grupos dominantes", mesmo que seja pobre e sem relevância política alguma (e geralmente é).

Mas o que mais me chamou a atenção no vídeo foi esse trecho: "A reflexão [no congresso do PT] segue afirmando o socialismo como alternativa ao capitalismo e negando as experiências do socialismo real." É uma confissão, equivalente a dizer: o socialismo real não dá certo. É preciso uma tremenda imprecisão na linguagem - com a balela adicional "o PT opta por não ter uma definição única sobre socialismo" - para criar uma cisão entre uma bela idéia de socialismo e uma realização espúria, em todos os países em que foi implantado.

Bom, eu não apostaria tanto assim na negação do "socialismo real" - pelo menos, não enquanto o governo petista estiver apoiando inequivocamente a ditadura cubana e a ascensão da ditadura venezuelana. Além disso, as ocorrências e as decisões autoritárias desse governo apontam para uma definição bem mais precisa do tipo de socialismo que querem os petistas:

- Corrupção generalizada nos altos escalões do governo e absolvição constante dos culpados: uma "classe" impugnável, um verdadeiro panteão de ídolos a quem não pode se atribuir dolo algum.


- Abolição da propriedade privada (quebra do mandamento "Não furtarás") através da mesma estratégia usada na antiga URSS com os "sovietes": tomada de terras à força pelo MST sob o pretexto de "justiça social".

- Leniência para com a violência do crime organizado nas grandes cidades: o desespero do povo fomenta o desejo por um governo autoritário. É mais fácil governar no caos.

- Desarmamento da população com vistas à impotência dos cidadãos honestos diante de uma futura coerção mais agressiva do governo. Os criminosos continuam fortemente armados.

- Tentativas sucessivas de criação de órgãos públicos para submeter a pequena parcela da mídia que ainda resiste à ideologização e ao aparelhamento.

- Educação pública cada vez menos qualificada e cada vez mais ideologizada; quer-se dos alunos a filiação ao projeto socialista, não a proficiência nas matérias escolares.

- Fomento dos ditames do politicamente correto e repressão aos grupos religiosos que se opõem a eles: promoção governamental do aborto, do homossexualismo, das drogas, do sexo nas escolas.

- Perseguição generalizada aos opositores: demonização de manifestações populares e espontâneas como o Cansei (o próprio presidente da república gosta de usar o termo "golpistas"); processos sem fim contra Diogo Mainardi; ameaças de morte e abaixo-assinados contra Olavo de Carvalho e Reinaldo Azevedo; processo jurídico contra o Pr. Ademir Kreutzfeld por "crime de homofobia" antes mesmo da implantação do famigerado projeto de lei.

Diante disso tudo, mui sinceramente, se o Brasil não tiver mais jeito e quando tudo estiver sob controle dos socialistas, eu espero que os meus amigos de esquerda (os que permaneceram meus amigos) se lembrem de mim quando eu for presa ou sofrer algum processo jurídico injusto. (Ok, piada sem graça. Não percam as esperanças: vamos continuar denunciando esse governo e pedindo a Deus que nosso país não afunde de vez nessa ideologia idolátrica e destrutiva.)

35 comentários:

Anderson disse...

Norma,

O PT finalmente mostrou uma cara verdadeira, ainda que só a pontinha do nariz, com esse vídeo.
Devemos divulgá-lo a exaustão!

Entretanto minhas esperanças no "povo" são pequenas.
Há algum tempo, li sobre uma pesquisa que indicava que algo como 41% da população não sabe o que é e que males causa o colesterol. Se o "povo" não tem acesso a informação tão básica e difundida, seria demais esperar que muita gente se interesse em conhecer os meandros da política nacional e os devaneios desses impostores petistas.

E parte (grande) da população informada está formatada no pensamento geral socialista, antiamericano e falsamente popular com viés revolucionário difundido na mídia e nas escolas.

Deus, entretanto, não vê o poderio humano nem se impressiona com seus recursos. Se Ele quiser, poderá nos livrar de viver sob domínio de um sistema tão injusto como seria um social-comunismo-petista.

Então: ação e oração!

Eleita de Deus disse...

Norminha,


É nojento ver o que eles falam, escancaradamente. E ainda assim as pessoas não acordam. Deus, livrai-nos dessa corja comuno-facista!

Anônimo disse...

Querida Norma,

Eis-me aqui novamente. Para elogiar, diferentemente da última vez que nos cruzamos.

Percebo que algumas das minhas palavras tocaram tua cerne? Ou seria apenas coincidência?

Foi bom ler teu artigo, e principalmente os três últimos parágrafos, que muito afetam os cristãos, e muito ainda afetará.

O discurso que se instala no Brasil realmente caminha para a opressão da liberdade cristã de defender seus ideais. Pregar contra a homossexualidade nos ditames dos princípios evangélicos foi uma boa "arma" que a esquerda encontrou para "calar" o "moralismos" religioso. As aspas são para conotar a sutileza de não falar nas "leis" absurdas.

Entre os cultos os cristãos são taxados de moralistas que não "respeitam" a liberdade de expresão homossexual. Entre os radicais de esquerda os cristãos são taxados de "preconceituosos", e quisá criminosos.

(e por isso "um" objetivo daquela missiva que anteriormente te enviara)

Era também para isso que tentava desviar tua atenção. Que a cristandade deve se unir nos pontos em comum, e não se digladiar nas suas diferenças (não publicamente, pelo menos).

As diferenças da cristandade devem se restringir a nossa intimidade, exortando e admoestando como nos orienta as Escrituras, diferentemente do pecado que deve ter voz contrária aos ouvidos de todos, que queiram ou não ouvir.

A cristandade deve se unir em voz alta e pública contra a homossexialidade (não o homossexual), contra a prostituição (não a prostituta), contra a bebedice (não o bêbado), contra o adultério (não o adúltero) ...

Percebe que até para escrever sobre o assunto "pisamos em ovos". Senão somos "preconceituosos"?

Pois bem, quando se está apagando fogos internos, os nossos "jardins" estão sendo invadidos.

A cristandade assimilou para si a triste tarefa de gerar e apagar chamas que não foram qualificadadas a combater, e as outras, as chamas que precisam do bom combate do cristão, ficam esquecidas a segundo plano.

Que o pecado da homossexualidade seja clamado que tem cura, pois entre os psicólogos essa batalha ja foi perdida pelos cristãos.

Se um cristão for Psicólogo, já está de mãos atadas, pois não nos unimos quando devíamos estar unidos. Resolução já atou os psicólogos, e breve, se a cristandade não se unir, calará os demais profissionais legalmente, até chegar nos pastores.

Eu tenho um sonho... de ver os pastores falando a mesma linguagem quando os governos se unem para calar a Bíblia e seus arautos.

Gostaria de ver calvinistas e arminianos pararem de guerrear contra si para enfim batalharem contra o mal que está fora do corpo de Cristo, do mal que quer amarrar e tolhir o Logos de clamar pela boca dos cristãos ao dizerem:

Arrependei-vos, pois é chegado o reino dos céus.

Laudásio

Cristiano disse...

Bom, acho humildemente o seguinte: apesar de os partidos de esquerda não verem mais o PT como esquerda, ou seja, o canhoto virou ambidestro, a imagem de esquerda sempre esteve associada ao PT. Logo, quem votou nele, sabia (ou em um "mundo ideal", pelo menos, deveria saber) que as propostas deles seriam voltados para o sociliasmo/comunismo (ou qualquer que seja a terminologia correta).

Logo, votaram nele, democraticamente, e eles ganharam, democraticamente.

Diante disso, e diante do que eles propõem e querem fazer com o Brasil, resta a pergunta para nós opositores, seja por motivos (digamos, sei lá, me corrijam) religiosos, políticos, filosóficos, ou tudo junto: "e agora, José?".

Parabéns pelo post elucidativo Norma, foi uma posição e explicação muito legal. Só que não isso não me surpreende porque logo no começo do governo eles fizeram algo que para mim já era um indício do que eles pensam: colocaram uma estrela do partido nos jardins do Palácio do Alvorado e da Granja do Torto, dependências do governo brasileiro em Brasília.

Abraços!

Anônimo disse...

Laudásio,

Eu realmente espero que cristãos (de verdade) se unam contra um estado autoritário, que vai lançando seus tentáculos por toda a sociedade.

Mas acho que vc não entendeu os embates entre Norma e o pessoal do 'outro deus'. A turma do 'outro deus' não é arminiana. Eles não estão na mesma esfera do teísmo clássico, ortodoxo, no qual se encontram os arminianos e calvinistas. Eles trocaram o Deus Vivo e Verdadeiro por 'outro deus'.

E, no processo, serviram como 'inocentes úteis' (vamos dar o benefício da dúvida, por hora) para o regime que vai tomando poder sobre esta sofrida nação.

Então, tanto a denúncia dos tentáculos do totalismo marxista como das bobagens liberais (e liberalizantes) destes 'pastores' do 'outro deus' são lados diferentes da mesma moeda, da mesma batalha.

Não entender isso é não entender nem o que está em jogo no Estado nem na Igreja.

Veja o que um arminiano escreveu, com percepção, aqui: http://remonstrante.blogspot.com/2007/08/tesmo-aberto-e-ortodoxia.html

Ele entendeu o caráter correto da luta que a Norma trava aqui.

Goel

Norma disse...

Queridos Anderson, Cristiano, Eleita de Deus: fico feliz de ver cristãos dispostos a orar comigo sobre o destino de nosso país - uma oração que jamais se aparta da ação, que no caso é a escrita elucidativa e denunciatória que faço aqui.

Caro Laudásio, confirmo tudo que Goel afirmou. Acho que você precisa passear um pouco mais pelo meu blog para formar uma opinião mais precisa sobre minhas posturas. Embora sempre aborde o calvinismo, nunca considerei inimigos meus irmãos arminianos. Mas continuarei exortando a igreja quando perceber que o mundo entrou nela - seja sob a forma dos laxismos que você mencionou, seja sob a forma de teorias perversas sobre Deus. Aconselho que dê uma olhada no meu post sobre "outro deus", que, inclusive, toca de leve nas semelhanças entre liberalismo teológico e esquerdismo. É por aí.

Goel, obrigada pelas considerações! :-)

Laudásio disse...

Meu amado Goel,

Meu post anterior não foi publicado (até porque não havia esse fim), então o amado não sabe exatamente a que me referia.

E também, um cristão só será declarado "vedadeiro" pelo Justo Juiz, e não por um "Conselho de Cristãos" que o conduzirão ao Pai dizendo: "esse é verdadeiro".

Mas também não vim falar de teologia, vim fazer um merecido elogio, e não promover outro debate. Peço desculpas se dei-lhe a conotação que queria fazê-lo.

Sei que podemos nos unir no que temos em comum, que cito no post acima.

Para pregar contra o aborto ou contra a homossexualidade não há exigência celestial de que só possa fazer isso se tiver uma carteirinha de "verdadeiro" [cristão]. Pois não temos como saber, nem Deus nos delega as "funções" do Justo Juiz; nem as peço ao Soberano Senhor.

Usei os nomes "calvinistas" e "arminianos" apenas para salientar que temos diferenças. Por já posso lhe dizer que também não sou Teista Aberto. Por isso peço desculpas se o "atingi" de alguma forma.

Prefiro me colocar na situação de me incluir entre os que não são de Apolo nem de Paulo, mas de Cristo Jesus.

Queria que assim procedesse a cristandade, mas isso é utópico e uma mera opinião minha. E fique claro que não defendo o ecumenismo, para que não se desvie o foco do que pretendo salientar.

Nesse post, caro Goel, apenas pretendi fazer um elogio sem grandes aspirações. Nem pretendia "ouriçar" quem é de esquerda ou de direita para defender suas pretenções, mesmo porque também estou na agradável posição de não ser nem "esquerda" nem "direita", sou de Cristo; apesar de ser politizado e não me iludir mais com as promessas dos que outrora eram esquerda e agora não mais são. Se acompanhou as declarações [verbais] de nosso Presidente, sabe do que falo. Por outro lado temos o antigo Governo que governou sob regime de uma ditadura constitucional, a base de Medida Provisória.

Pois bem, dada a nossa história política, e a história política das "esquerdas" e das "direitas", passei a perceber que isso não existe. O que existe é "situação" ou "oposição". Eu não sou nem um nem outro, sou de Cristo, que é pelo pobre e oprimido, pelas viúvas e orfãos; esses sim são a verdadeira "esquerda" do nosso país.

O elogio permanece. Contudo permanece não porque ela defende um lado "direito" ou um lado "esquerdo", mas porque ela se posicionou em favor da defesa da pregação do evangelho contra o que nos chamam homofóbicos. (e em parte o post que o amigo não leu se referia a isso)

Fico feliz em esclarecer, e voltar a elogiar o artigo "O socialismo Petista".

Laudásio

Norma disse...

Laudásio,

Às vezes, sua forma de escrever dá a impressão de que está na defensiva. Mas veja, você está negativizando um dos aspectos mais caros à fé cristã, que é o cuidado com a sã doutrina. Devemos nos unir contra tudo que fere a santidade de Deus e se insurge contra o cristianismo, mas às vezes isso se dá no interior das nossas igrejas! Não se trata de ser "de Apolo" ou "de Paulo", mas sim de ser "bíblico" e não se afastar das bases de fé que caracterizam o cristianismo. Isso é amor, inclusive, para quem está pregando o erro, para que se conserte.

Eu não entendo direito exatamente o que incomoda você. Acha correto que falemos contra o aborto e o homossexualismo, mas não acha correto que defendamos a teologia cristã da teologia espúria???

Ora, se Deus cuida para que ajudemos alguns no mundo, através da pregação do que é correto, tanto mais que ajudemos os de dentro a não caírem no erro.

Embora perceba muito acertadamente o perigo do pensamento politicamente correto para a igreja, você ainda não se deu conta do potencial destrutivo dos desvios teológicos. Que espanto para mim! Pois este século sempre pensará de modo contrário às Escrituras: o homem é pecador. Mas da igreja se requer o padrão de Deus! E, se a Palavra não se conforma a esse padrão, como se dará a mudança de mente? E, sem mudança de mente, como o cristão terá sua vida transformada em conformidade com Jesus?

Não entendo seu modo de pensar, sinceramente. Espero que reveja os fundamentos do que o leva a aceitar o confronto no mundo contra as idéias do mundo ao mesmo tempo em que rejeita o confronto na igreja contra as idéias do mundo. Percebe?

Se eu ficar algum tempo sem responder a você, é porque estou por demais ocupada com a finalização da minha tese. Por isso, peço também, por favor, que não escreva posts muito longos. Acho que foi por isso que rejeitei seu comentário.

Abraços!

Anônimo disse...

Laudásio,

Ainda que, em alguma medida, só Deus conhece, de fato, os eleitos, por outro lado, o eterno Filho de Deus (Deus de Deus, luz de luz) afirmo que "pelos frutos os conhecereis".

Então, o os pastores ensinam devem ser julgado sim, com a Bíblia aberta.

O que Paulo escreveu ainda vale: "Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema” (Gálatas 1.6-9).

Goel

Anônimo disse...

Norma

Lindzen diz com todas as letras. Houve sim uma baita armação no lance do aquecimento global. É difícil acreditar na seriedade dos "aquecimentistas". Quem está com a razão não faz truques sujos.

http://resistir.info/climatologia/lindzen_rev2.html

Renato

André Tavares disse...

oi, norma!

só acrescentaria uma informação, que vc deve saber, mas que não custa nada divulgar: o PT tem um acerto de cooperação com o partido Baath sírio, o mesmo do Sadam e dos tiranos sírios que, inclusive, arrasaram o (outrora cristão e florescente ) Líbano. Em junho, Berzoini e outros visitaram a Síria e o site do PT anunciou, comemorando, o pacto firmado, que estabelecia alinhamento na posição sobre questões internacionais...

veja os link:
http://pt.org.br/sitept/index_files/noticias_int.php?codigo=924

o Centro Simon Wisenthal divulgou nota pedindo ao PT que renuncie ao pacto, e o PT respondeu:
http://pt.org.br/sitept/index_files/noticias_int.php?codigo=2378

Abraço.

Norma disse...

Que escândalo, André!

Pois é, como sempre, apoiando as causas erradas e se unindo às pessoas erradas...

Obrigada pelos links!

Anônimo disse...

Que absurdo gente! Esse PT a cada dia me assusta mais. Temos alguma opcao menos ruim no Brasil? Fiquei chocado com essa. Mas tambem era de se esperar...

Existe algum partido brasileiro que esteja do lado de Israel nas questoes do oriente médio?
Abracos,

Rick B.

Alex disse...

Vamos divulgar aos nossos contatos quem faz parte do FORO DE SÃO PAULO que o PT assume publicamente (não pela primeira vez, é verdade). Quem viu este vídeo produzidos por eles vai lembrar que são apresentados inclusive cartazes do FORO. Olhem isto e divulguem (http://www.farcep.org/?node=2,3098,1). Precisamos fazer com que as pessoas entendam que o PT aliou-se às FARC.

ALTAIR GERMANO, disse...

A paz do Senhor amado(a)!

Convidamos o amado(a) irmã(o) para fazer parte da “União de Blogueiros Evangélicos”.

Trata-se de um espaço virtual e democrático onde seja possível unir blogueiros cujos blogs falam eminentemente sobre o Cristianismo e sobre a Palavra de Deus.

Diálogo, trocar idéias, debates e, sobretudo, divulgação de seus trabalhos e blogs são alguns dos objetivos da UBE.

A idéia surgiu de conversas on line entre o Pr. Altair Germano (BLOG DO PR. ALTAIR GERMANO), Pr. Esdras Bentho (TEOLOGIA COM GRAÇA) e o Irmão Valmir Milomem (E AGORA, COMO VIVEREMOS?).

Saiba mais no blogueirosevangelicos.blogspot.com

Ore, divulgue e participe!

No amor de Cristo,

Pr. Altair Germano

Cleber B. Gouveia disse...

Norma, Graça e Paz da parte de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Não conhecia seu blog, mas o achei qdo procurava algo sobre aborto, e gostei. Concordo com seu texto, e entendo que esta ação dos políticos "socialistas" é tão igual aos políticos liberais, progressistas, socialistas democráticos, ou seja, discursos e ações tão iguais, com algumas decorações diferentes. Sobre isto, gostaria de dizer que li seu texto sobre aborto, onde aborda texto de Caio Fábio. Também tenho visto que Caio está caindo no mesmo erro dos que ele diz combater: absolutismo de suas opniões, e fogueira aos que pensam diferente. contudo, penso que você errou ao escrever "...Ah, mas o discurso progressista dos evangélicos não é muito diferente de qualquer outro discurso de esquerda: o mal absoluto é tudo que se volta contra eles, o mal relativo é o que eles cometem – relativizável ao infinito.". Não é um discurso só da esquerda. No Brasil por muito tempo o foi. É discurso de quem detem o poder e enfrenta oposição. Tanto esquerda quanto direita; tanto evangélicos históricos quanto pentecostais e neo-pentecostais. Tanto progressistas quanto conservadores. Defesa de uma posição onde se deseja ser absoluto, levará sempre a este tipo de discurso e à uma ação nos moldes "caça às bruxas". Desculpe por ter sido muto longo. Espero ter contribuido. Abraços!

Fabiana disse...

Parabéns pelo artigo!

A irmã conseguiu sintetizar de forma concisa tudo o que venho considerando dsd que assisti esse infame video (se não me engano, tive acesso ao video através do blog do Julio Severo).
Relembrando a época em que estava na graduação numa Universidade Federal no Brasil, e agora encaixando tudo oq tenho lido, percebi como os universitários vem sendo doutrinados a seguir uma linha de pensamento socialista totalmente distorcida e utópica. Uma de minhas melhores amigas da época em que fiz mestrado no exterior é russa, e através dela e de outros amigos da antiga URSS vim a conhecer os horrores dessa ideologia demoníaca. Mas vai falar isso pro brasileiro mediano? É capaz de vc sair fuzilado! Misericórdia!

Agora já achei mais um bom blog de notícias. Que Deus te abençoe neste trabalho tão importante!

Anônimo disse...

Hereticus abrindo a boca:

Norma, vc esta' certa. Devemos combater o PT e seus aliados do Foro de SP. Ontem, assisti estarrecido em frente a um noticiario de TV, o tirano Chavez sendo recebido pelo presidente da Colombia. E o que foi fazer Chavez na Colombia? Servir de intermediario entre as FARC (que pertencem ao Foro de SP) e o governo colombiano, para obter a liberdade de refens. De fato, ele e' um bom intermediario: e' o verdadeiro chefe das FARC, que sao financiadas e armadas por Chavez.
Quando o Brasil acordar, sera' muito tarde: teremos perdido a independencia. Seremos uma provincia bolivariana, comandada por um satrapa, petista ainda por cima.
ACORDA BRASIL!!!!!!!

Delenda PT.

Anônimo disse...

Norma :

É preciso entender quais são os objetivos finais da ONU. É muito provável que o governo mundial surgirá após a reforma do conselho de segurança, ou de qualquer outra forma de divisão que a ONU pretenda implantar. O plano final da ONU consiste em dividir o mundo em dois mega blocos internos: capitalistas x socialistas e um governante totalitário (o Anticristo) como mediador que vai usar a dialética como forma de consenso. É por isso que o presidente lula não esta chamando esse governo de socialismo, na verdade ele é apenas uma parte do governo mundial. É inevitável que a sociedade se transforme em agentes facilitadores do governo mundial ou até em idiotas úteis. O que muitos brasileiros não sabem é de onde veio esse plano de governo. Por incrível que pareça ele surgiu na Pérsia no século XVIII. Nesse tempo existiu um homem que se fez passar por arrecadador da glória.

E em seu lugar se levantará quem fará passar um arrecadador pela glória do reino; mas em poucos dias será quebrantado, e isto sem ira e sem batalha. (Daniel 11 : 20)


Esse homem passou algum tempo sendo torturado e preso. Durante a sua prisão ele teve visões e ouviu vozes. Essas vozes anunciaram que ele era o escolhido para divulgar o plano da nova ordem mundial. Esse homem espalhou cartas para todos os líderes mundiais de seu tempo. O principal assunto de suas epístolas diziam que o mundo se transformará em uma grande assembléia mundial que será governada por um executivo mundial. Quando ele recebeu o chamado abandonou toda a sua carreira gloriosa, pois ele seria o 8 rei de Shiraz. Após a sua morte (que aconteceu sem batalha ou ódio) o seu filho deu continuidade ao programa de governo e o levou para a ONU. Nos dias atuais a ONU segue a risca esse plano de governo, plano esse, que o presidente lula recebeu e está seguindo a risca.

Esse plano de governo foi consagrado por esse homem com o número 9, que significa a perfeição do homem na terra.

O nome desse homem era Baha’u’llah com 9 letras
O número sagrado dos Baha’is é o número 9
A marca oficial baha’i é uma estrela com 9 pontas

O governo glorioso da perfeição humana é representado pelo número 999
Mas aos olhos de Deus esse plano de governo é imperfeito por isso ele é chamado de 666, ou seja, o governo da Besta.




Baha’u’llah significa “a glória de DEUS”. Esse é o nome de blasfêmia que está escrito na cabeça dos 10 governantes mundiais, é por esse nome de blasfêmia que estamos vendo o nosso país sendo destruído pelo socialismo.

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. (Apocalipse 13 : 18)



Como evitar o inevitável? Agora você sabe a verdade, mesmo que me odeie por isso.


Que o senhor Jesus te ilumine o seu entendimento.


Nom

Augustus Nicodemus disse...

Norma,

Excelente post. Você sempre surpreende, em qualquer campo das idéias onde entre para pelejar: teologia, ética, cultura e também política. Um grande abraço!

Norma disse...

Oi, Nom,

Olha, há muitas teorias sobre Apocalipse, mas por falta de conhecimento teológico eu não posso subscrever nem ter opinião formada sobre nenhuma delas. No entanto, concordo com você que a ONU se afigura como um articulador de um governo mundial, e nada disso está oculto para quem sabe pesquisar nos lugares certos.

A única coisa que não entendi foi sua frase final: "Agora você sabe a verdade, mesmo que me odeie por isso." Achei deslocada, por dois motivos: (1) Não dá para dizer que isso é a verdade, porque a interpretação de Apocalipse é muito complicada, e as associações que você fez, mais complicadas ainda. (2) O que no seu comentário me faz pensar que eu poderia odiar você? Muito estranho.

Abraços, anyway! :-)

Norma disse...

Obrigada, querido Augustus!

Olha, o dia D está chegando - dia da entrega da tese - e logo vou poder mergulhar em todos aqueles livros que comprei e que você me deu no Congresso da AD. Que maravilha!

Abração!

NOM disse...

Norma:

Acho que visitei o blog errado. Eu pensei que esse blog era sobre estudos escatológicos. A sua logistica é diferente da maioria dos cristãos. Vc é católica ou evangélica? Prometo se for católica vou te evangelizar.E se for evangélica vou evangelizar da mesma forma. Arrependei-vos pos o fim está próximo!

Abraços do velho: NOM/ David Bay

Norma disse...

Hahahahahahahahahaha!

Nom/David Bay, sou evangélica, por que raios você haveria de me evangelizar?

Tá certo que conversão é todo dia, mas também não precisa exagerar! :-D

Minha logística pode ser diferente, mas é bíblica, pode apostar.

Abração! ;-)

Vinícius disse...

Oi Norma,

ocorreu algum erro da internet ou vc não aceitou meu comentário? Se for acaso gostaria de saber no que pisei na bola com vc...

abraço!

Norma disse...

Vinícius, não dá pra conversar daquele jeito. Você não interpreta direito o que lê e ainda me chama de fundamentalista. Não dá mesmo. E eu estou sem tempo para essas conversas infrutíferas, desculpe.

Marcos Rangel disse...

Norma,

Uma das características essenciais do PT é sua militância anticristã (descarada ou disfarçada). Como se explicaria o fato de que muitos católicos e protestantes não levem isso em consideração? Mesmo para os mais desinformados sobre política, os princípios mais básicos do cristianismo deveriam servir como parâmetro de vida para os que se dizem cristãos, se por tais princípios se pautassem isso também se refletiria nas escolhas políticas. “Cristãos” que nem sequer buscam (de boa vontade e por decisão pessoal) adquirir um caráter cristão, não são cristãos de forma alguma. A não ser que o único critério que se use para definir uma pessoa como cristã seja sua freqüente presença física em alguma igreja cristã. Aí já é esculhambação.

Anônimo disse...

Norma, envio uma cópia da mensagem que enviei ao Nicodemus, do "o tempora, o mores". Esta mensagem se aplica também a você.

Concordo com você. Cada um deve defender a sua posição honestamente, sem os truques sentimentais do pessoal do "outro deus" (assim com minúscula mesmo).
Entretanto, vemos que há, em alguns casos, exagero por parte de alguns, na defesa de suas posições. A história da Igreja está marcada por violências e crimes cometidos em nome da ortodoxia. E navegando pela rede, temos encontrados muitos com espírito de Torquemada (não é o caso de vocês).

Aqui vai uma pergunta: Quando os ânimos esquentarem, como faremos para manter o respeito e o amor? Vejo que a heresia não é apenas um desafio intelectual, mas também emocional e espiritual.

Na antiguidade, gnósticos, marcionitas, montanistas, e outros foram derrotados. Mas com grave perda de autoridade moral para a Igreja. Para vencer, os que se opunham a estes acabaram admitindo, ainda que inconscientemente, que “os fins justificam os meios”. Quantas vezes se jogou fora a criança junto com a água suja? Quantas vezes usou-se o poder coercitivo do estado para violentar a consciência de outros homens? Quantas vezes, no debate entre duas idéias erradas, caiu a defendida por gente com menos relacionamentos com os poderosos.

Talvez, a maioria dos que foram condenados por heresia, durante a história do cristianismo, realmente eram heréticos (embora muitas vezes, os condenadores também o fossem). Mas, pelo fato de estarem sofrendo uma coerção moral violenta, contra sua própria consciência, muitas vezes foram menos errados do que os condenaram. Que é mais injusto: alguém crer sinceramente numa doutrina errada, ou alguém usar de violência contra outro, que crê numa doutrina errada?

O motivo de eu colocar isto é que o futuro que nos espera é, segundo me parece, mais trabalhoso que os tempos atuais. Não creio que a edificação (doutrinária, inclusive) da Igreja poderá ser feita com as armas da carne. Estudo e argumentação são importantes. Oração, mais ainda. Não se impedirá a igreja evangélica brasileira de ir para o pântano da descrença apenas com debates.

Heresias sempre existiram, e sempre existirão. Mas que a história do cristianismo nos advirta contra o mal que podemos fazer contra nossas próprias almas.

Continue sempre assim, no debate honesto e respeitoso, ouvindo sempre o outro lado

Vinícius disse...

Mas eu nem chamei vc de fundamentalista. Enfim... desculpe!

espero que também entenda que quando disse "não vi nada de demônio no vídeo" fui irônico, é lógico que vc não disse isso no texto.

Até mais, abraço!

Anônimo disse...

Que a Paz de Cristo esteja nesse Blog!

Boa tarde Norma!

O seu artigo está ótimo, mas você precisa saber como funciona a globalização espiritual.

Você tem duas Opções para ser evangelizada:

1) Lendo os escritos do blog que fiz (se você for Batizada no Espírito Santo vai ser mais fácil).

2) Lendo meus comentários no seu blog (estou terminando de evangelizar o Julio Severo por esse método)

Você assistiu o filme teoria da conspiração? No meio de tantas loucuras uma delas era verdade.

Aguardo sua decisão com muito carinho!

Um forte Abraço do NOM.

Anônimo disse...

Xiii...

Parece que o NOM bateu com a cabeça quando era criança!

Goel

Marcos Rangel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcos Rangel disse...

Cito Mário Ferreira dos Santos:

“Mas, há no homem o mesmo ser que está nas coisas, dizem. E há, não resta dúvida, mas é mister não confundir. O homem, enquanto homem, não é o que as coisas são enquanto tais.

Na forma de uma pedra, há a pedra; na forma do homem, há algo mais: o espírito.

Portanto, o espírito, que é ser também, realiza-se no homem, e não nas coisas. E aqui está a dignidade, o valor do homem: ele tem e realiza o que não tem e não realizam as coisas do mundo físico.

O homem diferencia-se das coisas por ser criador; as coisas do mundo físico apenas são seres da natureza. O homem é natureza e é espírito.

O bem nem todos sabem colher. Uns porque ignoram como encontrá-lo; outros, porque o temem. Esse fruto é a liberdade.

E embora pareça incrível, há muitos que temem a liberdade. E pode-se dizer até que o mais doloroso espetáculo que se assiste hoje no mundo é o medo que provoca, medo que gera o temor das responsabilidades.

‘Deus quando nos deu a vida, deu-nos a liberdade ao mesmo tempo’, dizia Jefferson.

Que é a liberdade?

Grande e profundo problema de Filosofia, tema principal e capital de muitas das maiores controvérsias da humanidade, as mais belas páginas para louvá-la já foram escritas pelos filósofos, pelos poetas, pelos escritores de todos os tempos. Mas, muitas das páginas mais duras e mais terrivelmente destrutivas foram escritas para negá-la.

Há livre-arbítrio ou determinismo? Praticamos nossos atos por uma escolha, ou não? Somos apenas dirigidos pelos nossos impulsos interiores aos quais não podemos dirigir nem orientar?

Não vamos aqui relatar, nem de leve, essa imensa polêmica que levou séculos, e ainda hoje empolga o espírito de muitos.

O homem é um ser racional: verdade que todos aceitam. E ser racional é ser capaz de escolher, capaz de preferir, de pesar, de comparar esta ou aquela solução, de captar as possibilidades das possibilidades.

O homem pode prever as conseqüências de seus atos. Pode imaginar que se proceder assim, poderá suceder isto ou aquilo. Tal ato poderá levar a tais ou quais conseqüências. E porque pode julgar, pode comparar, pode medir, pode escolher. E se o homem fosse apenas uma máquina, apenas um autômato, que realiza os atos pela determinação de uma força, não teria noção do futuro.

O ter noção do futuro demonstra independência, capacidade de escolher no suceder que sobrevém. É por isso que o homem é um ser autônomo e conhece a liberdade. Não podemos negá-lo, porque ela se verifica em cada um de nós.

Temos um impulso para a prática de um ato determinado. Queremos refletir sobre as conseqüências, e a nossa imaginação põe-se a trabalhar, revelando-nos uma série de acontecimentos possíveis, que vamos analisando racionalmente. Afinal, contrariando nosso impulso, vencendo nosso desejo, resolvemos não fazer o que desejávamos.

Negar esse fato prático que verificamos em nossa vida seria negar praticamente também todo o poder da educação. E ninguém pode negar a ação desta no proceder do homem. Até os animais, que julgamos autômatos, podemos domesticá-los, modificar seus hábitos, transformar seus gestos, dar-lhes o poder de dominar impulsos e de não realizar o que desejam.

Estamos numa das épocas mais terríveis da história dos homens. Apesar de toda a nossa grandeza, de todo o progresso material que conquistamos, apesar de todo o desenvolvimento de nossa ciência, de nossa técnica, estamos, no entanto, num desses momentos cruciantes da vida humana, em que muitos homens estão dispostos a perder a sua liberdade.

Não são poucos, mas milhões e milhões de seres humanos que estão dispostos a vender a sua liberdade por um prato de lentilhas.

Os problemas de ordem puramente material, a exigência de satisfazer as necessidades imediatas, levam milhões de homens a se disporem a sacrificar a sua liberdade, para encher seus estômagos e vestir a sua nudez, como se o caminho dela fosse incompatível ao da solução de seus problemas materiais.

Não são poucos os que acreditam que só podemos solucionar os nossos magnos problemas econômicos à custa de nossa liberdade ou, então, nos contam a impiedosa notícia de que ela consiste apenas em ter o estômago cheio e o corpo coberto. Não; a liberdade é muito mais. E é através da conquista da própria liberdade que podemos garantir melhor tudo isso. O caminho da liberdade é o da prática da própria liberdade. É com a prática da liberdade que formamos homens livres.

Como poderás vencer se estás desde já disposto a ceder a tua liberdade por um prato de lentilhas?”

José Roberto Braz disse...

Vou dizer apenas...
Adorei você!
Abraços

Pérsio Menezes disse...

Os bandidos tiraram o vídeo do ar.