29 abril 2006

"O boneco falante Mike Adams"


A coluna de Mike Adams no Town Hall me rende, como sempre, boas gargalhadas. A penúltima estava tão engraçada que eu resolvi traduzir e postar aqui para os leitores do blog. Não traduzi tudo, mas a maior parte.

Para quem não sabe, a universidade americana é tão esquerdista quanto a brasileira – retifico-me, é pior, porque lá as pessoas sabem se organizar e atacar com muito mais requintes de crueldade que aqui (informe-se para saber do que falo). É normal, portanto, que os anti-esquerdistas sejam bombardeados com muito mais força, recebam mais processos na cabeça, sofram mais perseguição etc. Mas também é normal que os conservadores americanos tenham a língua muito mais pesada que os daqui. Ops, que os daqui? Onde? Hehehe.

Vejam como Adams ironiza como ninguém, com um humor ferino a toda prova, o comportamento e os esquemas de raciocínio das esquerdas. Se você achar que ele exagera, não se esqueça de que isso se deve ao fato de que estamos acostumados, no Brasil, aos insultos e piadas somente de um lado, quase nunca de outro. A quem não entender, prometo que explico nos comentários.

Semana passada, vários esquerdistas na Universidade de New Hampshire tentaram obter o cancelamento da minha palestra, argumentando que seria insultuosa demais. Queriam convencer os administradores da instituição de que minhas palavras são tão ofensivas que minha presença não deveria ser consentida em um ambiente que preza pela tolerância e pela diversidade. Como não conseguiram, achei que poderia dar uma mãozinha a eles no futuro.

Com a ajuda de um ex-líder do núcleo estudantil repuplicano na Universidade de Auburn, estou planejando lançar um boneco falante Mike Adams. Com um pequeno toque, o boneco começaria a revelar o que penso sobre vários assuntos durante minha campanha presidencial, ainda permitindo que os esquerdistas conheçam tudo o que digo de mais ofensivo – enquanto, claro, eles tentam loucamente cancelar minhas palestras universitárias por todo o país. Quando o boneco ficar pronto, algumas das afirmações que se seguem serão incluídas no repertório. Espero que divirtam vocês tanto quanto ofendem os esquerdistas.

“Quando estou conversando com esquerdistas, não fico na expectativa de que entendam minhas posições em vários assuntos, mas fico o tempo todo tentando ajudá-los a entender as deles.”

“Para quem já se cansou de ouvir falar em diversidade, chegou a hora de criar uma nova definição de racismo. Uma boa definição seria: racismo é a tendência patológica de fazer menções a raça nos assuntos em que isso não é relevante, somente em benefício próprio.”

“Tem gente que acha que eu sou contra o Dia Nacional do Silêncio [protesto contra a discriminação em que os GLS permanecem silenciosos por 24 horas]. Não é verdade. Acho maravilhoso ficar um dia inteiro sem ter que ouvir as lamúrias dos gays. Pensei até mesmo em convencê-los a fazer um Ano Nacional do Silêncio.”

“Autopiedade e gratidão são inimigos mortais. Não andam jamais juntos. Como ambos são extremamente contagiosos, as pessoas devem optar pela gratidão antes que se tornem ingratas demais.”

“Quando estou caçando e vejo um cervo por entre os arbustos, puxo o gatilho. Quando sei que é uma pessoa, não atiro. Quando não sei se é uma pessoa, também não atiro. As feministas fazem aborto mesmo sem saber se o feto é uma pessoa ou não – ou seja, elas puxam o gatilho. E ainda acham que sua moral é superior à dos caçadores.”

“Nossos campi universitários se tornaram o refúgio preferido dos marxistas, sobretudo porque seus adeptos jamais tiveram de sobreviver no mundo real, imagine em uma ditadura comunista. De fato, há mais comunistas dando aula no estado de Carolina do Norte que havia na antiga União Soviética.”

“Nos últimos anos, tentei me forçar a ver as coisas a partir de uma cosmovisão esquerdista. Infelizmente, não consigo ser tão flexível. Imagino que é preciso ter muita flexibilidade para ser um esquerdista. Bastante corpo mole mesmo.”

“O marxismo é um distúrbio emocional, não uma filosofia política.”

“George W. Bush fez mais pelos direitos das mulheres do que qualquer outro presidente na história recente. Mas as feministas o odeiam porque ele se opõe ao aborto. Bill Clinton praticou o assédio sexual com mais freqüência do que qualquer outro presidente na história americana. Mas as feministas o amam, pois apóia o aborto. Se ele fosse condenado por estupro, as feministas ainda o amariam, só porque ele apóia o aborto.”

“Um esquerdista me disse uma vez que eu deveria abandonar o conservadorismo porque, para qualquer homem culto, é degradante manter padrões tão baixos. Eu o lembrei de que fui esquerdista e lhe respondi: Eu já elevei meus padrões, agora faça o mesmo com os seus.”

“Pessoas saudáveis até adotam o marxismo, não porque funcione, mas porque elas se sentem culpadas por ter mais que os outros. Porém, é mais comum que o marxismo seja adotado por pessoas que têm menos, pessoas furiosas e sem talento que querem de qualquer maneira ter sucesso em uma sociedade capitalista. Elas geralmente se dão conta disso em uma festa de ex-alunos do segundo grau, quando vêem colegas com menos qualificação e diplomas, mas mais dinheiro. Não querendo competir com esses ex-colegas, preferem que suas riquezas sejam tomadas à força pelo estado e redistribuídas debaixo de ameaças de prisão. E ainda chamam os conservadores de fascistas.”

“Abandonei o partido democrata por um motivo simples: mulheres republicanas são mais bonitas.” [Hehehe, que o diga Ann Coulter!]

“As feministas costumam justificar o aborto dizendo que o procedimento equivale a arrancar uma casquinha de ferida. Mas quem já observou um feto no primeiro trimestre de desenvolvimento sabe que ele boceja, esfrega os olhos, rola e brinca dentro do útero. Gostaria então de perguntar às feministas se elas já viram uma casquinha de ferida bocejar.”

“Quem se ergue contra o que não está correto costuma atrair muito ódio para si. Se você não pode fazê-lo sem um mínimo de humor, tem menos chances de prevalecer.”

19 comentários:

Wilson Bento disse...

Brilhante!!!

nukebass disse...

Muito legal o sarcasmo dele. Inteligente e, ao contrário que falam, não achei de forma alguma ofensivo... áspero sim, ofensivo não, inteligente! Apesar de de nutrir um asco imensurável pelo sistema político de direita/conservador/neoliberal/sei-lá-o-quê, eu também já tive calorosas discussões com esses ditos "marxistas" que até roupas íntimas vermelhas utilizam. Na verdade, nunca vi diferença entre esquerda e direita... os meios podem ser diferentes em superfície, mas na essência ambos são, em resumo, desumanos... isso a história prova... não preciso nem argumentar nada. Agora, se os meios se parecem (ao menos na essência) imaginem os fins... tudo se resume à sede de poder... de comandar.

George W. Bush, Fidel Castro, Hugo Chavez, Saddam Husseim, Pol Pot, Pinochet, Adolf Hitler, J. Stalin, Garrastazu Médici, Napoleão Bonaparte... enfim... várias esquerdas, várias direitas, revolucionários... blah blah blah... na verdade, todos têm algo em comum (além do notório desvio de caráter): SANGUE NAS MÃOS! Sangue de pessoas que foram enganadas ou escravizadas por esses bárbaros de mente pervertida. O problema não está no sistema político, e sim na própria natureza humana, que não é afiliada a partido nenhum, nem leu Marx, nem leu Watson... se alguém, depois de tantos acontecimentos históricos, ainda se engana com uma suposta utopia de igualdade social, é bom que pare um pouco pra pensar... uma distopia é bem mais provável, e eu diria até bem previsível... basta tentar enxergar as coisas que estão por trás do óbvio... pra quem lê a Bíblia, leu "1984", leu "Admirável Mundo Novo", leu "Fahrenheit 451", entre outras, as coisas ficam terrivelmente mais claras...

Nem esquerda, nem direita... olhemos para cima.

Renato C. Drumond disse...

Apenas para constar que a mídia brasileira critica sim a China, dê uma olhada nesse crítico artigo publicado na revista Época:

Peraí, não é verdade que a mídia brasileira não critica a China:

http://revistaepoca.globo.com/EditoraGlobo/componentes/article/edg_article_print/1,3916,1173504-1663-1,00.html?estilo=/EditoraGlobo/Epoca/estilos.css

Eliot D. Chambers disse...

E aí, Norminha!

Imagino que você deve estar se divertindo ao moderar os comentários, não é mesmo? A choradeira autolátrica daqueles que, protegidos pelo consensão, não toleram uma afronta sequer às suas idéias torpes deve dar luz a cada coisa cômica e histriônica, não?

Deleta sem dó, ok, amiga? Se esses figuras quiserem fazer agitprop, que façam num dos 'trocentos' veículos de comunicação que recebem verba do narco-desgoverno Lulla ou de entidades bilionárias pró-aborto como a do George "Lex Luthor" Soros.

Bjo do Eliot.

christian disse...

Muito bom. Tive que reproduzi-lo em meu saite.

http://gropius.awardspace.com/2006/04/30/beautiful-people/

O Palpiteiro disse...

So' pq eu falei que lia o cara... A senhorita esta' cada vez mais sem criatividade, nao? Sera' que esta' faltando esquerdista ai no Brasil para voce sacanear? Tsc, tsc, tsc

Agora serio: esse dia do silencio e' a coisa mais hilaria que existe. Fico sacaneando meus amigos dizendo que eles devem ficar quietos. CaladoS!!! E e' claro que nao deixo passar a chance de usar minha camiseta "Celebrate Hetero-Pride"
Beijao,
Davi

Oswaldo Viana Jr disse...

Rá Rá Rá Rá!

Isaias Lobao disse...

A confusão que o esquerdista Evo Morales está na fazendo na Bolívia é um fato notório.

O investimento da Petrobrás sendo roubado. Isso significa dizer, o nosso dinheiro que foi enviado para lá.

Quero ver o que o Lulinha "paz e amor" vai fazer com o seu companheiro esquerdista.

Continue assim Norma, denuncie o erro das esquerdas burras e autoritárias.

Isaias

Simone disse...

Muito bom!!! Adorei o "ano Nacional de silêncio!"
Beijinhos!

João Emiliano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo Hagah disse...

Quando li que as feministas comparam matar um feto com arrancar casquinha de ferida, fiquei muito mais convencido de que o inferno existe. Existe lugar melhor para jogar este tipo de demônio?

Marcelo Hagah
João Pessoa-PB

Marcio Estanqueiro disse...

Maravilha esse post Norma!
Feminista, esquerdista, comunista, etc.. acabou em "ista" a coisa pega.
Muito boas reflexôes.
Bush esta caindo nas pesquisas, mas não tem nenhum candidato que possa mostrar algo mais do que a política que ele está liderando.
Como diz Mike Adams: "tem que ter muita flexibilidade".
Um abraço.

Norma disse...

Oi, Marcio e amigos!

Algo aconteceu, e alguns comentários muito simpáticos acabaram parando na "lista de espera", não sei por quê... Talvez seja por distração de minha parte: eu leio e esqueço de clicar no "publicar"...

Perdoem-me os amigos que não vêem seu comentário publicado, e podem continuar reclamando, que eu prometo que vou sempre checar o que houve!

Marcio, minhas desculpas sobretudo a você, pois havia uns dois seus lá na "lista".

Abração a todos!

Wilson Bento disse...

Norma, voce que eh uma grande pesquisadora, poderia me ajudar numa pesquisa que preciso comecar a fazer??
Eu precisava de artigos em que se provasse o quanto o comunismo/socialismo sao anti-cristaos...vou correr por todos os blogs associados aqui, no tempora e outros....se voce puder me ajudar, agradeco...see you! bye
obs.: se vc publicar este pedido e alguem tiver como me ajudar seria um prazer receber sua ajuda...thanks you all.

Muso Gonnosuke disse...

Norma, MUITO, MUITO, obrigado pelas traduções e sobretudo, pelos seus textos primorosos.

Grande beijo,

Moreno Garcia

rafael galvão disse...

He, he, he muito engraçado este cara. Até que é engraçado ver esse tipo de debate entre esquerdistas, direitistas...

Nós, na nossa reunião de jovens na igreja, discutimos sobre o Evangelho de Judas e usamos o seu texto como base. Eu até comentei: "Jesus foi uma personalidade tão histórica que tem até muita coisa falsa sobre Ele".

Continue assim, mostrando a verdade.

Cláudio Peixoto disse...

Adorei, Norma.

Quando ele diz que “o marxismo é um distúrbio emocional, não uma filosofia política” sintetiza todo um universo (pseudo)cultural.

um beijão,
Cláudio

Soneide Cerqueira disse...

Norma voce e brilhante. Sem comentarios para nao ofuscar o seu brilho!
Poderia publicar o teu artigo em nosso site? www.portaldagitacao.com
bjos..

Fábio José disse...

De vez em quando lanço mão de algum estilo parecido no orkut nas comunidades de esquerda (por incrível que pareça, a única com a qual dá para dialogar seriamente é a do PSTU). Mas nem ouso me comparar a este cara.

Que saudades de Roberto Campos...