22 outubro 2009

Orem pela Venezuela

Se eu não fosse cristã, e se ainda por cima cultivasse o hábito das superstições, certamente veria algum laço nefasto entre a aparição simbólica de Fidel Castro no post anterior e a aterrorizante notícia dada por Graça Salgueiro no blog Notalatina hoje, e que pode ser resumida na seguinte frase: Chávez desfere poderoso golpe na propriedade privada venezuelana.

O jornal El Caraboleño deu a "versão oficial" (leia-se: em novilíngua) da resolução. O resumo da coisa é o seguinte: sob o pretexto de "preservação", Chávez declarou patrimônio cultural um número gigantesco de construções em Caracas. Casas particulares também! Veja a lista:

Autopistas, avenidas, ríos, árboles, sitios arqueológicos, parques, haciendas, edificios públicos y privados, casas, colegios, plazas, museos, iglesias, teatros, estaciones de metro, cementerios, entre otros.
 
E o que significa isto? Significa que o pobre coitado do venezuelano proprietário de qualquer uma dessas construções NÃO PODERÁ vender, doar, herdar ou fazer QUALQUER COISA com seus bens sem uma AUTORIZAÇÃO do Instituto do Patrimônio Cultural.

Que golpe de mestre na propriedade privada! Resta saber o que o povo venezuelano fará para deter essa marcha inexorável para o comunismo.

Leiam toda a matéria no Notalatina, orem pelos venezuelanos e não deixem de lamentar publicamente a postura de alguns líderes evangélicos do Brasil que deram seu apoio ao tirano. Minha indignação se exprimirá aqui por meio de uma sofrida interrogação:  

Até quando grande parte dos cristãos protestantes brasileiros estará do lado da monstruosa e sangrenta utopia comunista, em vez de tomar o partido da liberdade?

28 comentários:

Cristiano Silva disse...

Deus me livre, mas que filme de terror!

Norma disse...

Terror mesmo, Cristiano! Essa história de "patrimônio cultural" é mais um vocábulo da novilíngua comunista para "propriedade do Estado".

A notícia está parcamente comentada. Vi em um blog venezuelano o seguinte:

"Ayer vi en la Gaceta Oficial que multaron con 28 millones a una persona en Río Caribe porque hizo unos locales comerciales en una casa declarada patrimonio cultural."

O bolívar Venezuelano equivale a quase um real brasileiro. 28 milhões é uma fortuna!!! É claro que os caras que cometeram o terrível crime de USAR SUAS PRÓPRIAS CASAS COMO DESEJASSEM não vão poder pagar, ou precisarão praticamente dar a casa de graça ao Estado. E ir para a prisão para pagar o resto.

Pastor Geremias Couto disse...

E ainda há quem aplauda tudo isso!

O problema, no Brasil, é que nossas opções para o próximo mandato presidencial se situam no mesmo campo, a esquerda, sem que se levante uma voz que sustente "todos" os pilares da democracia.

Se não dermos ouvido aos claros alertas de outros países da AL, um dia isso pode chegar aqui! E aí a casa já caiu!

Norma disse...

A notícia é muito grave. Vou escrever mais um pouco neste mesmo post.

Cristiano Silva disse...

Este mundão véio não tem equilíbrio mesmo: ou colocam o Dinheiro no posto de Deus, ou colocam o Estado no posto de Deus. Deus mesmo, que é bom, nada.

Abraços.

Norma disse...

Essa resolução é indignante. Lembro-me da postagem que fiz sobre Chávez há quatro anos, no dia 6 de outubro de 2005, sobre uma entrevista que ele deu aqui no Brasil. Lembro-me do "beijo com mãozinha" que ele mandou para Beth Carvalho. Agora eu gostaria de perguntar à senhora Beth Carvalho, a tantas outras "celebridades" e, por que não, aos possíveis leitores chavista deste blog:

Vocês gostariam de ter de pedir AUTORIZAÇÃO do governo para vender, alugar, doar, deixar em herança etc. seus imóveis - sem saber se essa autorização será dada???

Vocês não considerariam isso um ABUSO caso fosse feito no Brasil?

Se responderam "não" e "sim", respectivamente, por favor, repensem seu apoio!

dedede_agape disse...

Acho que voces estao equivocados, primeiro que o fato de ser considerado patrimonio historico nao quer dizer que as pessoas que moram lá serao retiradas e nao terao mais direito as suas casas , Ouro Preto em Minas Gerais por exemplo é quase totalmente tombado como patrimonio Historico e ainda assim seus cidadaos continuam morando nos mesmo lugares e os seus filhos tambem continuarao. Outra coisa, acho um erro grotesco dizer que Hugo Chavez é de esquerda, sabemos que o governo da Venezuela é um governo popular, mais ou menos como o do Lula aqui no Brasil, mas nao podemos falar que é um governo de esquerda, pessoal vamos analisar os modelos.
O que Chavez faz ainda esta bem distante de um governo comunista.
Alem disse, quando falamos no fim da propriedade privada na otica comunista, nao estamos falando em acabar com a casa humilde porem digna do trabalhador, estamos falando em abolir os grandes latifundios, as propriedades adquiridas atraves da exploraçao da classe trabalhadora. Acho que o fato de sermos todos cristaos nao pode nos tapar a visao, quando o projeto é benefico devemos reconhecer, Chavez esta governando para o bem do povo ( nao é o salvador da patria), esta fazendo bem diferente das oligarquias brancas que governavam a favor da classe exploradora. Temos que reconhecer pessoal. Vamos parar com essa birra para com os movimentos populares que tendem ao esquerdismo...

Norma disse...

Olá, Dede,

Você não leu direito a postagem, nem a notícia. Ninguém disse que "as pessoas que moram lá serao retiradas e nao terao mais direito as suas casas". Está dito que agora será preciso pedir autorização ao governo para dispor dos bens imóveis.

Como você é cristão (ou cristã?), basta lançar uso da fórmula de Jesus sobre não fazer ao outro - e portanto, nem aprovar - aquilo que você mesmo não gostaria que fosse feito com você. Assim, se você não gostaria de ter de pedir autorização ao governo para vender, alugar ou legar seu imóvel aqui no Brasil - sabendo que podem dar como podem não dar -, por que aprova que isso seja feito na Venezuela?

Dede, restrições ao uso da propriedade privada são um passo para a extinção da liberdade. Você precisa se informar mais sobre os governos comunistas. Nenhuma democracia faz isso. E esse negócio de acreditar que de uma hora para a outra praticamente uma cidade inteira pode virar "patrimônio cultural", sem nenhuma má intenção por parte de gente que admira ditadores assassinos, só mesmo sendo muito ingênuo.

Abraços.

Fabio Blanco disse...

Dedede disse:
"acho um erro grotesco dizer que Hugo Chavez é de esquerda"

e também disse:

"Vamos parar com essa birra para com os movimentos populares que tendem ao esquerdismo"

Bom, quando você decidir o que o HC e o Lula são, aí dá para argumentar alguma coisa.

e o Dedede ainda disse

"O que Chavez faz AINDA ESTÁ bem distante de um governo comunista."

Não adianta, por mais que queiram esconder suas intenções, o 'lapsus linguae' sempre os denunciam!

Ricardo Mamedes disse...

Olá Norma,

Algumas coisas devem ser consideradas com respeito a Chávez: embora tendo o mesmo nome não é humorista. É mais um caudilho sul-americano com os mesmos vícios de tantos outros que o antecederam na história deste triste continente. Ocorre que o contexto em que ele se coloca é incondizente com a época em que o mundo vive: queda da cortina de ferro, muro de berlim, morte do comunismo/marxismo, leninismo, trotskismo, etc.
No entanto, o absolutismo sempre foi absolutismo em qualquer época, posto que significa o aniquilamento total ou parcial dos poderes da República, ou a supremacia de um poder sobre o outro; no caso da Venezuela, do Poder Executivo sobre os outros dois.
E um dos sintomas mais fortes da ditadura plena sempre foi a supressão da propriedade privada, usando-se qualquer expediente que seja. Na Venezuela o caricato tirano inovou.
Afora ser um bufão imbecil (desculpem o termo), Chávez usa de toda artimanha para assumir a cadeia (im) produtiva do Estado, nacionalizando as empresas multinacionais e nacionais, que por seu poderio econômico pudessem lhe causar qualquer transtorno (assim entendido oposição). E, finalmente, não satisfeito com todas essas maldades institucionais, vem destruindo gradual e inexoravelmente a imprensa do seu país, valendo-se de expedientes igualmente indignos e imorais, como a cassação das concessões sem a observância do devido processo legal, tirando dos meios de comunicação a possibilidade de defesa, vigente em qualquer Estado democrático de direito. Sem imprensa, derruba-se o último bastião da "independência", cala-se o "direito de dizer".
A economia formal foi por ele destruída, para melhor domínio das massas empobrecidas. O tirano se mantém às custas da produção de petróleo, financiando no continente outros tiranozinhos, na esperança de ser um hitlerzinho bananeiro.
E, com tudo isso (ou apesar), tem o incondicional apoio do nosso presidente (sou obrigado a dizer nosso), outro que gostaria de também governar como o seu hermano.
Só Deus na causa...

Em Cristo.

Mário Celso S Almeida disse...

Isso é um messiânismo narcisista doentio de alma comunista...O poder do trator de lucifer vociferando a alma de Chavez...Coitado dos presidentes que se macomungam com este bizarro Hitler...

Parabéns Norma pelo seu blog...Fantástico!

Visite www.caminhandocomgraca.blogspot.com
Mário Celso

Ricardo Mamedes disse...

Desculpe, as empresas nacionais ele estatiza, claro. Pois não poderia nacionalizar algo que já é nacional (rindo).

Glauber Ataide disse...

Caros protestantes,

Vocês poderiam ter feito suas preces quando o índice de miséria naquele país estava muito maior do que está com o Chávez, e quando o país estava em completo domínio do capital estrangeiro em seus setores básicos e estratégicos para a soberania do país (bancos, petróleo, etc).

A Venezuela está longe de ser socialista, menos ainda comunista.

O comunismo não tem interesse na casa de ninguém, nem na propriedade privada pessoal que foi conseguida pelo próprio trabalho.

Se o que o Chávez está fazendo é algo semelhante a um tombamento histórico, ou seja lá o que for, certamente não tem nada a ver com comunismo, podem estar certos.

"O comunismo não retira a ninguém o poder de apropriar-se de sua parte dos produtos sociais, apenas suprime o poder de escravizar o trabalho de outrem por meio dessa apropriação." (Marx e Engels, no "Manifesto do Partido Comunista).

O que eu vejo neste post e principalmente nos comentários acima é uma das razões pelas quais esse cristianismo atual está tão desgastado, tão insignificante.

Vejam só! Protestantes, com suas teologias importadas, querendo "orar" para "Deus" frear um projeto progressista de distribuição de riquezas e igualdade social... E o que oferecem em troca? Suas preces...

"Alguém imagina Cristo capitalista? Ah!, Judas, que o vendeu por umas moedas. Esse é o capitalista, que vende até Cristo, até o pai e a mãe pelo dinheiro e a Cristo o crucificaram pelo amor à gente e ao povo, à igualdade." (Hugo Chávez)

Norma disse...

Hahahahahaha!

Desculpe a gargalhada, Glauber, é que seu comentário está tão clichê que nem vou me dar ao trabalho de responder. Apenas ofereço um pequeno espelho ao seu texto:

- Desprezo pela religião, típico do comunismo;
- Confiança cega nos números oferecidos pelo governo e nas justificativas oficiais para ações absurdas ("tombamento em massa", hahahahahha), típica do comunismo;
- Falta de entendimento do que está por trás do comunismo, típica do comunismo;
- Desdém pelo que é estrangeiro, típico do comunismo;
- Má interpretação da Palavra de Deus para proveito político, típica do comunismo.

Sem mais.

Ricardo Mamedes disse...

Não!!! Não é possível!!!
Caro Glauber, de que manualzinho sofismático de esquerda bestializante você tirou essa de que os indicadores sociais e a miséria "naquele país estavam muito piores" do que hoje? Pra começo de conversa o PIB da Venezuela somente não foi destruído em razão da manutenção da alta do petróleo por muitos anos, até a sua queda recentemente. Todas as pesquisas sociais indicam que a miséria aumentou horrivelmente "naquele país" - e só não se transformou em revolução social por força da política paternalista de Chávez, mantendo fiel à sua "doutrina" os miseráveis que recebem mensalmente a sua esmolinha. A economia venezuelana se encontra em frangalhos - muito mais ainda do que era no antigo modelo corrupto.
Já essa estorinha de "domínio capitalista" é saudosismo de comunista retrógrado!!!
Para o seu governo, amigo, não existe democracia onde imperam os plebiscitos, uma vez que são artimanhas de ditadores que dominam as massas à custa da 'res publica', aprovando todas as insanidades institucionais, como fez o ditador caboclo. O mesmo expediente (plebiscito) foi amplamente usado por Mussolini na Itália e Hitler na Alemanha, para deflagrarem a 2ª Guerra Mundial, com a consequência do holocausto e tudo mais...
Tombamento histórico??? Ulalá!!! A tomada sacana da propriedade privada pelo Estado (nesse caso entenda-se Chávez) mudou de nomenclatura?
A pior coisa que pode haver é a mistificação. Essa incrível capacidade de torcer a realidade em favor de ideologias falidas. O amigo sabe que a URSS já não existe mais? Que o conflito entre capital e trabalho é coisa superada? Que as ideias de Carl Marx, Trotsky e toda essa cambulha estão enfiadas lá no fundo do baú?
Todavia, se o amigo ainda teima em alimentar essas ideias e defender tais teorias, vá fazer um estágio na Coreia do Norte, ou, quem sabe, no Irã.
Porque uma coisa é certa, defender a política chavista bolivariana, somente pra doidos e néscios.

G. Salgueiro disse...

Norminha, querida,

Entrei aqui para agradecer seu comentário no Notalatina e a divulgação que deu aqui, mas não me contive ao ler alguns posts e, desculpe a intromissão, mas tenho que rebater.

A resposta é diretamente para "dedede" e Glauber:

Primeiro, vocês precisam estudar o que é comunismo e segundo, se informar, não pela Folha de São Paulo ou O Globo, mas pelos jornais venezuelanos que ainda podem falar o que se passa em seu país.
Esse palavrório de "caudilho" ou "populista" é puro exteriótipo para esconder uma mente perversa de um psicopata sem freios.
O que Chávez está fazendo lá, só mesmo vivendo o dia-a-dia para acreditar que esteja ocorrendo.
A destruição do país chegou a tal ponto, que até a PDVSA, a estatal petroleira, está à beira da falência em decorrência da má administração (atualmente quase toda composta agentes cubanos que não entendem nada de petróleo e que foram colocados lá com a demissão de 22.000 funcionários venezuelanos depois da greve de 2002), da doação a países comunistas falidos como Cuba, Bolívia e Nicarágua e pelo gasto desmedido do dinheiro que deveria servir aos venezuelanos gasto em armamentos russos.
Antes de falar tanta bobagem, por favor ESTUDEM o que se passa lá porque o que vocês dois escreveram aí, faria os venezuelanos darem gargalhada de tanta ignorância.
Desculpe a invasão, Norminha e um beijo pra você!
MG

Fabio Blanco disse...

Glauber disse:

"A Venezuela está longe de ser socialista, menos ainda comunista"

depois disse:

"O comunismo não tem interesse na casa de ninguém, nem na propriedade privada pessoal que foi conseguida pelo próprio trabalho"

depois cita Marx sobre o comunismo.

Ai, ai, ai. Esses caras não sabem se são comunistas nem se seus ídolos também são. Se apressam a negar qualquer ato comunista ao mesmo tempo que correm para defende-lo.

É muita incoerência mesmo.

São o que são, mas se envergonham do que são.

Aliás, o cristianismo perdeu muito de sua força exatamente quando foi invadido pela Teologia da Libertação, que nós sabemos bem o que significa.

p.s.: Norma, desculpe postar duas vezes, mas é que eu já imaginava que iriam aparecer os defensores vermelhos.

Jorge Fernandes Isah disse...

Norma,

aqui vai o link do texto no MSM sobre o ex-prisioneiro político russo Vladimir Bukovsky (nada a ver com o escritor germânico/americano Charles B.) sobre o comprometimento de socialistas ocidentais com Moscou, com o objetivo de neutralizar qualquer possibilidade de reação da
estratégia em curso; a qual visa refazer os caminhos do terror comunista no mundo.

Leia em http://www.midiasemmascara.org/artigos/conservadorismo/9639-o-alerta-de-um-soldado.html

Abraços.

Cristo a abençoe!

Jorge disse...

Isso é só uma, dentre muitas outras demonstrações, do grande lago de lodo socialista que a América Latina esta mergulhada e com poucas esperanças para um resgate.
Infelizmente tivemos a sorte oposta, da qual teve a América do Norte na sua formação e estamos presenciando a realidade cruel, tanto religiosa como política desta catástrofe. E para tristeza nossa, caros amigos, o nosso Brasil está sendo o grande trunfo de articulação e progresso dessa política; E para tal, está usando tudo o que pode e de forma vasta para uma reeducação uniforme da sociedade, que culmine no comunismo socialista. Estamos constatando que o principal meio usado para essa tarefa, esta sendo o meio acadêmico e de forma avassaladora. Pois nossas universidades – e por conseqüência –, seus alunos e estes na sua maior parte, jovens que só demonstram ter vento dentro de suas cabeças, porque não possuem nenhuma atitude – por força passiva, voluntária ou até coerciva ‒, de investigação e esclarecimento de todo o contexto dos fatos; São formados, por exemplo, para que tenham como ponto de referência de ética e moral, o existencialismo de Sartre e assim possam desempenhar toda a anarquia que sua filosofia provê. Todos são ensinados a repudiarem a propriedade privada e o que alguns apologistas marxistas chamam de cidadania privada, na qual depreciam qualquer atitude de esforço ou trabalho para o sucesso do individuo, pois ensinam eles que o bem só pode ser coletivo e nunca individual e com isso contribuem com a doutrina de “sociedade igualitária”; E por fim hipnotizam a todos quantos puderem, a crer que a solução é o “Estado”, o Estado deve estar – segundo essa doutrinação – no controle de tudo! E é espantoso ver tal currículo acadêmico estar sendo desenvolvido em nossas Universidades e Faculdades Teológicas, imagine o que está sendo feito então dentro das ciências humanas em geral?
Portanto, é de se esperar ações de tal natureza em nosso território latino americano.
Mas não percamos a esperança, pois “... a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo”.(Fp.3:20).O qual “...foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído”.(Dn7:14)
Sendo assim, vivamos no gozo e testemunho dos frutos inefáveis da Justificação e Eleição em Cristo Jesus, e tendo entrada à “... todos os seus tesouros da sabedoria e da ciência”.(Col.2:3), combatamos o bom combate da Fé.

Norma disse...

Pessoal, estou adorando todos os comentários.

Graça, imagine, não é intromissão nenhuma, é um prazer imenso ver você aqui! Beijão!

Fábio, pode postar quantas vezes quiser. Suas análises de texto estão perfeitas!

Obrigada pelo link, Jorge, vou dar uma olhada assim que puder.

E ao outro Jorge: é isso mesmo. Se começarmos a colocar nossas esperanças no sistema, estaremos perdidos.

Grande abraço a todos!

Ricardo Mamedes disse...

Olá Norma,

Quero me desculpar se fui muito incisivo nos meus comentários contra as considerações feitas pelo Glauber. É que não consigo me calar frente a comportamentos tão reacionários e considerações estapafúrdias como as que vemos retratadas no referido comentário.

Em Cristo.

thiago.piza disse...

Você tem razão, Norma, vamos rezar sim.
Até porque, em breve, o mesmo pode acontecer no Brasil.
Que Deus nos ajude!

Hélio Angotti Neto disse...

Saudações,

Mas que belos exemplos de companheiros de viagem encontrei nesta curta discussão! As velhas frases de efeito!
Sugiro de início tomar uma dose da vacina que George ORwell escreveu: "1984", é boa literatura e uma alegoria política eficaz para não derreter o cérebro amanteigado pelos lemas e slogans do partidão.
Depois poderiam conferir o livro de Dmitri Volkogonov "Os Sete Chefes do Império Russo" e ver na prática a alegoria de Orwell aplicada na vida do povo russo (aliás, de onde acham que Orwell tirou inspiração?).
Um pouquinho mais, poderiam ler o livro de Heitor de Paola, que dá uma visão ampla, psicológica e estratégica do comunismo mundial e brasileiro.
Um livro que infelizmente ainda não está pronto e serviria de auto-análise é "A Mentalidade Revolucionária" do filósofo Olavo de Carvalho. Mas a gente chega lá, acreditem...
Para pessoas que ainda acreditam em comunismo (e saci-pererê), o mínimo é ser coerente com o discurso do mesmo e acreditar em coisas práticas, em fatos. Nada de ficar elucubrando com teorias (uma coisa provavelmente burguesa ou cristã, eca!). Então façam a matemática econômica e genocida e ponham na ponta do papel quais são os resultados dessa maravilhosa utopia que só é boa na teoria, embora alegue com todas as forças que é científica e prática.
Se alguém ainda quiser tapar os olhos e nublar o cérebro, triste... o pior cego é aquele que não quer ver.
Amigos, infelizmente só vejo duas opções: pobres coitados enganados por pouco estudo sincero e muita lorota na cabeça (a.k.a. Companheiros de Viagem) ou sociopatas cruéis do pior escalão. Eu espero de coração que sejam burrinhos mesmo, pois burrinhos podem aprender, sabe? Ainda dá tempo...

Hélio Angotti Neto disse...

peço desculpas, creio que enviei o endereço errado
blog: helioangotti.blogspot.com

Ricardo Mamedes disse...

Meu caro Hélio,

Eu diria que 1984 é um belo exemplo de um Estado opressor, mas também não devemos nos esquecer da obra "Admirável mundo novo" de Aldous Huxley, para caracterizar um Estado igualmente totalitário mas com outras nuances.
Por falar em George Orwell, não seria uma má leitura "A revolução dos bichos", uma alegoria igualmente eficaz para demonstrar os caminhos a trilhar para chegar à tirania, onde abunda o autoritarismo com a supressão total da democracia.
Contudo, me parece que a utopia de alguns 'comentaristas' deste texto tem mais a ver com a obra "A ilha" de Aldous Huxley. Quem sabe os amiguinhos possam encontrar essa sociedade ideal...

Clóvis disse...

Norma,

Desculpe o off-topic em tão relevante tema.

No aniversário da Reforma, chega à blogosfera o "5 Calvinistas" Não tem nada da importância histórica e teológica dos "Cinco Solas" e dos "Cinco Pontos", mas procura ser fiel a eles. São cinco blogueiros, de confissões religiosas e filiações denominacionais diferentes, mas que têm em comum o calvinismo como visão de mundo e expressão do evangelho de Jesus Cristo, além da disposição de expor e defender a "fé que uma vez por todas foi entregue aos santos" (Jd 1:3).

Clóvis

Aprendiz disse...

NOrma

Infelizmente uma parte dessa garotada de hoje não sabe nada sobre o que foi realmente o comunismo. eles não tem a menor ideia do nível de miséria, corrupção, assassinatos, torturas e prisões a que chegaram os países comunisas. Eles tem acreditado igenuamente nas masi estapafurdias mentiras contadas pelos seus professores (a maioria dos quais é marxista).

Devemos pedira ao Eterno em favor dos professores, para que muitos caiam em si e parem de ensinar tanta mentira.

SergioChristino disse...

Estamos apenas vivendo dos últimos dias como a Bíblia tem nos comunicado, apesar de sermos inconstantes em nossa fé, mas acreditamos num mundo melhor e real com pessoas de bem, não como temos vistos os governantes ao redor do mundo onde estão visando apenas a popularidade e o terror, além de seus próprios lucros de poder...