19 janeiro 2010

Sobre o Haiti: leituras

Um olhar teológico acurado acerca da tragédia;

Mais considerações teológicas;

Uma análise que eu endosso inteiramente;

Um comovente pedido de ajuda de um pastor;

Amar o vizinho: longe ou perto (em inglês).

Há links para doação nesses sites. Se puder, ajude. E não pense " posso orar": orar, nesses momentos, é tudo.

8 comentários:

Roberto Vargas Jr. disse...

Norma,
Utilizei sua postagem no 5C devido aos links sugeridos. Além dela, há uma postagem do Clóvis que também incluí, com vários links para quem puder contribuir. Fica aqui mais esta dica aos seus leitores.
No amor do Senhor,
Roberto

Norma disse...

Oi, Roberto,

Também incluí outro link que vi no 5C. Um vai copiando o outro, hehe.

Abração!

www.internautascristaos.com.br disse...

Excelente blog.

Chegamos aqui por intermédio de uma citação no blog "O Tempora O Mores".

Se tiver interesse, podemos trocar links.

Deus te abençoe.

Internautas Cristãos

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

PRezada Norma, uma alegria conhecer seu blog. O Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti!

Medite no Sl 36.8,9

Nele, pr Marcello

Visite>> http://davarelohim.blogspot.com/

e veja o texto:

Paulo e a citação do poeta Epimênides - Tito 1.12

Norma disse...

Olá, Internautas!

Logo logo vou visitar o blog de vocês.

Olá, Marcello!

Maravilhoso: o salmista fala para Deus - "Pois em ti está o manancial da vida; na tua luz, vemos a luz" (Sl 36.9).

Muito obrigada pela Palavra!

Grande abraço!

Eduardo Medeiros disse...

Pô Norma, você visita o blog de tudo mundo menos o meu...será que é por que eu não tenho uma perfil de crente? rssssssssss é brincadeirinha. Mesmo.

Sobre terremotos e haitianos: tive o desprazer de ouvir na minha igreja de uma certa irmã, que o terremoto no haiti foi castigo de deus, pois sua paciência já tinha se esgotado com aqueles praticantes de vodu.

Não sabe ela que mais de 90% dos haitianos são cristãos e que esse deus que ela segue é um reflexo das suas próprias motivações interiores: vingativa, fundamentalista e que despreza a vida humana.

É claro que a refutei e fui chamado de "polêmico". Ora, ser chamado de polêmico foi até elogio diante do que eu sou chamado pelos meus irmãos fundamentalistas.

abraços

alex carrari disse...

Depois de lermos as argumentações sistemáticas - muito bem endossadas diga-se de passagem por passagens bíblicas -, que desconectam a teologia da vida e projetam o valor do labor teológico para mera manutenção dos códigos em detrimento da vida, podemos dormir tranquilos nosso anestésico sono do esquecimento. Assim que a mídia arranjar outro filão, nos armamos com as explicações, por que afinal, temos a resposta, sempre. E seja lá o que for, e onde for, a tragédia, se está na conta de Deus foi bem merecida. Enquanto dogma, perfeito. Porém na vida...

Alex

Norma disse...

É, Alex. Essa é a acusação que sistematicamente é feita aos textos de teólogos tradicionais: não tem vida, não tem vida. Só que, sinceramente, eu NUNCA VI uma acusação dessas que seja bem fundamentada. Sua participação aqui só faz número.

Eu acho que, para dizer uma coisa dessas, é preciso haver muito conhecimento de causa. MUITO. Não adianta falar bonitinho, não, usando expressões vagamente poéticas. Conforme aprendeu de seus mestres (há muitos), você está acusando de modo leviano. Mas cuidado com seus modelos. Quem se compraz em acusar gratuitamente você sabe muito bem quem é.

Pois é, estou cansada disso.