16 janeiro 2010

Nova postagem no Tamos lendo!

Inspirada pela introdução de um livro, decidi lançar uma campanha no meu outro blog...

Cristãos esquerdistas, leiam os autores conservadores!

...na esperança de que este blog encontre adversários mais preparados!

Dê uma olhada!

16 comentários:

Clóvis disse...

Prezados irmãos e amigos,

Reconstruir o Haiti custará 10 mil milhões de dólares, segundo estimativas. Porém, mais do que reconstruir o país fisicamente, precisamos ajudar as vítimas do terremoto, que precisam de atendimento médico, remédios, comida, água, roupas, etc. E precisam urgentemente.

Há várias organizações sérias trabalhando no Haiti agora. Elas estão precisando de apoio humano, além de recursos para realizarem o atendimento emergencial e continuado aos haitianos.

No blog Cinco Solas há uma relação dessas organizações religiosas e/ou humanitárias, com links para donativos. Essa postagem é constantemente atualizada.

Se você desejar reproduzir o artigo em seu blog, pode obter uma cópia do código html aqui. Fique a vontade para editar o texto como preferir, mas é importante divulgar, pois muitos podem estar querendo contribuir mas sem saber como proceder.

Que o Senhor o abençoe.

Em Cristo,

Clóvis
Editor do Cinco Solas

Emy Neto disse...

Olá!
Norma, eu li e concordo.
Concordo mesmo.
Você tem razão.
Mas Norma, porque isso agora?
Depois de tanto tempo e depois de tanta água ter passado por debaixo da ponte, porque continuar a debater?
Porque e para que debater e discutir?
Norma, você realmente quer isso?
Para que?
Aonde você quer chegar com isso?
Porque essa insistência a essa altura do campeonato?
Para que persistir depois de tanto tempo?
Eu não entendo e não compreendo.
Outra coisa: debate e discussões precisam de adversários?
Sei que adversário não é inimigo.
Um abraço desde Niterói.
Emy Neto.

Norma disse...

Olá, Emy,

Se bem entendi, você acha mesmo que o assunto "esquerdismo" está esgotado? Você precisa se informar, meu caro. Dá uma olhada no que Chávez está fazendo na Venezuela, pelo menos.

O fato de eu estar tratando de outros assuntos agora no blog, mais que de conservadorismo, não significa que eu mudei. Significa apenas que meu campo de interesses é vasto e eu passo por ciclos de ênfase maior ou menor em determinados temas - e isso se espelha no blog.

Mas obrigada por perguntar. Abraços!

priscilavelho disse...

Concordo contigo Norma. E penso que essa é com certeza a melhor hora de explanar e mais que necessário discutir o assunto "esquerdista", ou o extremo que for. Estamos vivendo uma época de forte ideologia e culto à imagem. Um retrocesso para o século XIX.

Pois o que falta aos esquerdistas é leitura e muita reflexão. O problema é que esquerdista só lê livros que não precise fazê-los pensar, como a famosa cartilha. :( Então pode ser uma longa jornada convencê-los a ler.

Porém, amei a ideia da campanha! E estou dentro!

Aproveitando, indico dois links, um do YouTube do Lula caindo em contradição quanto ao bolsa família (boa hora para lembrar) e o outro é do blog da Aeon, que está produzindo uma animação chamada "Republiqueta".

Se o nome diz tudo, será esta uma nova era? Com certeza. Era sem PT - Partido Terrorista?

O Bolsa Família, segundo Lula, em 2009 e em 2000
http://www.youtube.com/watch?v=83WUqpvddq8

http://blog.aeonav.com

Parabéns pelo post!

Abraços!

Norma disse...

Obrigada, Priscila!

A animação é uma graça!

Abraços!

priscilavelho disse...

Oi Norma,

Que ótimo que tenhas gostado. Quando estrear a animação, te envio o link!

Obrigada!

bj, bj

Emy Neto disse...

Olá!!
Não, não.
Me expressei mal, creio.
O assunto "esquerdismo" é e está ultrapassado e esgotado, mas não era sobre isso a minha pergunta.
E quanto ao Chavez na Venezuela é assunto velho, "requentado" e nada de novo.
Bolivarianismo é coisa velha e não era esse o tema das minhas perguntas.
O que eu queria saber era sobre "...na esperança de que este blog encontre adversários mais preparados!..."!
Mas do que é que você está falando?
Para que adversários?
Mesmo sabendo que adversário não é necessariamente inimigo, para que querer adversários?
Já não é tempo de parar com isso já que não é a primeira vez que você diz e faz isso?
Aonde você quer chegar?
Qual é o seu objetivo?
Depois de tanto tempo!!
Teu blog esta aí faz tempo, anos.
Eu te acompanho.
E já não te entendo e compreendo.
Para que adversários??
Dizer que : "...Um esforço, com a graça de Deus, de recolocar o cristianismo na via dos debates intelectuais. Não por pedantismo ou orgulho, mas por uma necessidade quase física de dar nomes às minhas intuições e contornar o status quo das idéias hegemônicas deste mundo..." não satisfaz.
Pois creio que conflita com o post.
O que queres Norma?
Queres "sparring"?
O que é isso?
Versão culta do U.F.C.???
Treino para algo?
O que queres, desejas?
Reforçar suas próprias idéias?
Tu aceitas o outro Norma?
Desde que ele seja igual a ti?
E se for diferente?
Diferente mas para "sparring"?
É para praticar a maiêutica?
Ou para praticar a erística?
Para você ficar praticando o uso do "argumentum ad hominem" (coisa que os esquerdistas fazem)?
Essa é a minha dúvida.
Mudaste sim Norma, mudaste.
Não é a gama de assuntos nem o conservadorismo...creio que seja falta de objetivo, de razão, de porquê...mas posso estar errado em minhas intuições a partir do que leio.
Um abraço pensadora.
Emy.

Norma disse...

É, Emy. Esse monte de perguntas só me dizem uma coisa: eu não mudei na direção do que você queria...

Paciência. Não espero ser entendida por todo mundo.

Abraços.

André disse...

Querida Norma, acho que faltou ao Emy a percepção de que os adversários vêm de qualquer jeito, isto é, não importando se você os quer ou não. E, já que é assim, estou com você: se eles gostam de aparecer, que ao menos venham bem preparados.

Beijos!

Norma disse...

Sim, André. Meu "objetivo" também foi, no caso, uma piadinha com o fato de esquerdistas serem, em geral, bastante desinformados.

Acho que tem gente com um péssimo senso de humor. :-)

André disse...

Sim, são desinformados, inclusive porque a desinformação é uma invenção deles. É muito natural que sejam os primeiros a cair nela. :-P

Norma disse...

Hahahahahaha! O feitiço se voltando contra o feiticeiro...

Emy Neto disse...

Olá!
Um momento casal Norma e André, um momento por favor : o que eu leio (no normabraga.blogspot) não me passa a idéia de que "...os adversários vêm de qualquer jeito, isto é, não importando se você os quer ou não...", de forma alguma.
O que passa é o desejo pelos adversários, há um claro anseio pela erística, pela "disputatio quaestiones" (coisa que não acontece no tamoslendo.blogspot) mas sem a maiêutica.
Passa a impressão de que não se quer chegar a lugar algum, sem objetivo.
E sem sentido se torna algo para lamentação.
No início deste blog, creio eu, que havia o objetivo de ser um certo tipo de evangelização de intelectuais, de pensadores.
O que eu considero muito importante.
A chamada classe formadora de opinião, classe média urbana, como queiram, precisa e muito de alguém que os evangelize (intectuais, pensadores inclusos).
Saudei este blog como esse meio, como esse missionário.
E, lentamente, se afastou disso.
Pelo prazer da "disputatio" em si mesma.
Mas, veja bem, ninguém é obrigado a nada.
De fato um blog pode ser simplesmente um diário.
Pode, talvez deva, essencialmente.
Eu faço isso e sem nenhum compromisso.
Só que não tenho o dom, o talento e a aptidão que você, Norma, tem.
Além da benção de ter namorados com a mesma vocação (Oswaldo e agora André).
Mas deixa para lá : você crê que eu falo por belicosidade.
Eu não sou e nem nunca fui um homem bélico.
Não gosto disso.
E "...Acho que tem gente com um péssimo senso de humor... "...mas o que é isso casal?
Eu estava falando sério, só isso...
Era necessário ou contingente?
Foi gratuito!
Acrescentando que vocês não sabem no que creio ou o que penso....
Agressivo....
Bom.......

Norma disse...

Olá, Emy,

Sua mensagem levanta alguns pontos interessantes.

Primeiro... sua expectativa com relação ao blog nunca correspondeu à realidade. Onde eu escrevi que pretendia evangelizar os intelectuais? Claro que reconheço a importância disso, mas meu foco nunca foi esse (evangelização), mas sim abençoar a igreja e promover a cosmovisão cristã. E nessa cosmovisão está incluso o repúdio à cultura deste mundo, eivada de materialismo, relativismo e humanismo. No repúdio ao materialismo, obviamente, o esquerdismo.

Essa é uma missão e tanto, concorda? Mas sinto muito se você não a compreende. E aqui apresento a você uma sugestão para que fique mais claro o que faço no blog: leia "Verdade total", de Nancy Pearcey, e depois venha me contar o que achou.

Segundo, você parece ter ficado magoado quando escrevemos sobre sua falta de senso de humor. Porque, justamente, um dos propósitos do post é uma brincadeirinha com o fato de eu nunca (ou quase nunca) empreender um debate profundo com esquerdistas aqui no blog. Somente isso, e você transformou a coisa nesse mundo de reclamações.

E entra então o terceiro. Não é de hoje que você me acusa de "agressividade". Pois veja que o que pode ser agressivo para um não o é para outro. O tom forte que às vezes uso vem da assertividade com que exponho minhas ideias e da premência que sinto diante da necessidade da exposição de certas verdades. Mas estamos de fato vivendo uma época de sensibilidades à flor da pele e pouca virilidade, onde todos se ofendem fácil e ninguém privilegia a verdade. (Uma cena me vem à mente - Jesus diz aos fariseus: "Víboras! Hipócritas! Sepulcros caiados!" E Emy, olhando de longe, pensa: "Que agressivo!")

De minha parte, voilà, não deixo de achar você, Emy, um tanto agressivo e bélico por vir aqui desfiar suas contrariedades com o blog como quem tem algum direito sobre o que escrevo. A diferença entre nós dois é que eu debato com você sobre o conteúdo do que você está dizendo em vez de ficar choramingando. Entende?

Abraços!

André disse...

Caro Emy, a Norma já teve namorados inteligentes e burros, bons, maus e não escritores. Quanto a mim, não me enquadro em nenhuma dessas categorias. Não sou o namorado dela, e sim o noivo. Mas vamos ao que interessa. Tenho alguns complementos a fazer ao que já foi dito pela Norma.

Seu discurso se resume a um "tenho a impressão de que", sem a mais leve tentativa de fundamentar essa impressão em algum fato concreto. Além disso, chegou falando em "de tanto tempo e depois de tanta água ter passado por debaixo da ponte" e em "insistência a essa altura do campeonato". Que água? Que ponte? E que campeonato? Não dá nem para saber do que você está falando. Suas reclamações são extremamente vagas.

E, citando uma frase minha, você diz que "o que eu leio (no normabraga.blogspot) não me passa a idéia de que '...os adversários vêm de qualquer jeito, isto é, não importando se você os quer ou não...', de forma alguma. O que passa é o desejo pelos adversários, há um claro anseio pela erística, pela 'disputatio quaestiones' (coisa que não acontece no tamoslendo.blogspot) mas sem a maiêutica." Em primeiro lugar, conforme eu já disse, você transcreveu suas "claras" impressões sem nenhum esforço de fundamentá-las em fatos, como se as "idéias" que sua mente extrai das coisas fossem, em si mesmas, provas definitivas que devem ser aceitas inquestionavelmente por todo mundo. Em segundo lugar, não vejo cabimento em contrastar dessa maneira o conteúdo deste blog com o do Tamos lendo!, inclusive porque este post, que você considera o cúmulo da "disputatio" vazia e sem propósitos, nada mais é que um convite à leitura de um post daquele outro blog. E, finalmente, suas impressões subjetivas sobre essa frase de modo nenhum a invalidam. Basta ler os comentários para ver que, sim, os adversários vêm de qualquer jeito. Trata-se de um fato, o qual independe de qualquer interpretação que você faça do conteúdo dos posts ou dos comentários da autora.

Além do mais, o quadro que você pinta sobre este blog não é verídico. Os posts mais recentes da Norma incluem uma análise de letras de música, uma confissão sobre a luta pessoal para se organizar financeiramente, umas indicações de leituras sobre a ditadura gay, uma declaração de gratidão pela misericórdia de Deus, duas respostas a uma leitora não-cristã buscando esclarecer o significado da santidade sexual cristã, uma descrição sobre as experiências pessoais com a enxaqueca e uma confissão de relativismo emocional. Veja, citei 8 dos 15 posts publicados entre agosto e janeiro, e não há neles nada parecido com isso de que você acusa sua autora. Considero-me, portanto, no direito de desconfiar que sua acusação é um tanto seletiva.

Restam, então, os posts que têm uma carga considerável de críticas a algum corpo de ideias. E aqui, também, não vejo fundamento algum para suas críticas. Acho até que, nos primeiros anos do blog, a Norma dedicava mais tempo aos combates intelectuais neste espaço que hoje em dia. Seja como for, não vejo muito sentido em atribuir a um blog como este um objetivo único. Este blog tem, e sempre teve, posts de diversos tipos, como os que mencionei no parágrafo anterior. No caso dos mais antigos, lembro-me de ter lido, entre críticas ao marxismo e ao liberalismo teológico, um post sobre os perfumes da França e outro sobre o Mel (um dos gatos da Norma) quando era filhote.

Abraços!

Emy Neto disse...

Está O.K. casal !!!
Vou ler a VERDADE TOTAL da Nancy Pearcey.
Saudações.