30 agosto 2012

Five Hundred Miles, The Brothers Four



Em meio ao milhão de tarefas - e com mais uma mudança interestadual à frente - , tem sido difícil escrever regularmente para o blog. Mas há outro fator importante em jogo: esta blogueira que virou escritora precisa parar de postar tudo no Facebook reaprender a fazer posts despretensiosos. Então vamos lá.

Five Hundred Miles (Quinhentas milhas) é um clássico do folk americano. É a primeira música em inglês que aprendi na vida, quando criança, e nunca mais esqueci dela. E eu estava na classe de alfabetização! Apaixonei-me por folk e ainda sou apaixonada. Se eu tivesse nascido nos EUA, o apelo para virar cantora folk teria sido grande!

Ouvindo hoje os Brothers Four, não pude deixar de exclamar: COMO eu queria que eles fossem crentes! Imagino Deus sendo louvado com essas vozes e tenho vontade de chorar.

A letra é o lamento de alguém que saiu de casa, perdeu tudo o que tinha e está muito envergonhado para voltar:
Not a shirt on my back, not a penny to my name
Lord, I can't go back home this a way
Sim, é ele mesmo: se o Filho Pródigo tivesse um violão e talento musical, talvez tivesse composto algo bem parecido. No vídeo, as pessoas ouvem emocionadas e cantam junto, como se participassem dos sentimentos desamparados do rapaz. E a gente, pensando em Lucas 15.11, tem vontade de responder: pode voltar sim, não importa como você está, sempre pode voltar para os braços do Pai.

7 comentários:

Sandro Wagner disse...

Parabéns pelo texto, pela música, reflexão e por gostar de folk!!!

Tanto assim que vou ouvir o vinil do Byrds que tem 'Turn, turn, turn'!

Deus te abençoe!

Norma disse...

Maravilha! Outra música da minha infância e inspirada diretamente de Eclesiastes. ;-)

Abração e Deus abençoe tb!

Tania Cassiano disse...

Norma,
Estou "viciada" no face, comosó vejo já tarde da noite, não consigo tempo de ler meus blogs preferidos,
mas essa mania vai acabar.
Quanto à música, como não sei inglês, curto a sonoridade de blues,jazz e tudo de música dos "velhos" negros americanos e também, por que não, de alguns caras pálidas. Sucesso na nova empreitada, estamos no aguardo de um novo livro (veja como leitor suga o sangue) e suas ponderaçoes no blog.
Abr. em vc. e Andre e Que o Senhor continue abençoando-os.
Tania

Uhiara disse...

Oi Norma, linda a música!
Nosso "folk" também tem belas canções como Silêncio e Prefiro ficar com Jesus interpretados por Edson e Telma, conhece?
Links abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=u5q3qCygMNw
http://www.youtube.com/watch?v=L2MU9OpnYWU&feature=related

Sua trajetória cristã tem muito ajudado a eu encarar a minha;)
Abraços
Érika.

Luciano disse...

Só hoje entrei no blog e vi esse post e ouvi a música... realmente, a referência à Parábola do Filho Pródigo fez toda a diferença para assistir o vídeo... e como nos faz sentir gratos, numa dimensão que não podemos alcançar, por Ele nos aceitar de volta, quando nos lembramos de onde andamos distanciados dEle.
Maravilhoso!

Suzana disse...

Norma, conheci seu blog há pouco tempo e precisava escrever aqui o quanto tem sido edificante e maravilhoso ler o você tem compartilhado aqui. Continue firme nesse propósito, até quando Deus assim desejar. Um abraço.

Norma disse...

Puxa, Suzana, muito obrigada! :-) Deus tem sido muito bom comigo. Abraço!