26 março 2008

Porque Ele é bom

Convido você hoje, leitor irmão, a exaltar comigo o fato de que Deus nos chama para participar de Seus sentidos ocultos, revelando-nos aspectos de nossas vidas que, de outra forma, permaneceriam para sempre pontos cegos para nós. De um modo tão generoso, Ele permite que mesmo a dor que experimentamos devido a um pecado que demora a ser identificado e debelado por completo seja integrada a uma rede de sentidos, atrelada à experiência, para que compreendamos como Ele faz repousar nossa vida - começo, meio e fim - em Suas mãos, nas únicas mãos que sustentam todo sentido último. É apenas assim que, longe da proeminência das discussões filosóficas intermináveis sobre o problema do sofrimento, poderemos até mesmo cometer aquela loucura genuinamente bíblica de agradecer a Deus pelo mal - "Deus deu, Deus tomou, bendito seja o nome do Senhor".

A Ele toda glória! Mesmo quando não compreendemos, sabemos que um dia tudo se tornará claro, por causa das pequenas luzes que já vislumbramos aqui e ali - e que já são, de fato, demais para nossos olhos.

16 comentários:

Allen Porto disse...

obrigado pelo convite!
Certamente quero fazer parte do "coral de malucos" que se "alegram no sofrimento" porque têm a compreensão da finalidade destes eventos.
ótimo post.
abraço
:) SDG

Norma disse...

Merci, Allen! ;-)

deb disse...

"Deus não irá afrouxar a pressão sobre um cristão até que tenha realizado tudo o que planejou. Caso um homem ou uma mulher se recuse a se render, Deus simplesmente aumentará esta pressão. Lembre-se: o seu alvo final para você e para mim não é a tranquilidade, o conforto e o prazer. E sim a conformidade com a imagem de seu Filho. E ele está disposto a ir bem longe a fim de realizar os seus propósitos."
charles stanley em "a arte de superar problemas", pág. 112.
(copidesque de uma pessoa fofa e peluda).
Hebreus 12:11!

Jesus Apócrifo disse...

E na verdade todos os que querem viver piamente em Cristo Jesus padecerão perseguições.

II Timóteo 3:12

Pastor Geremias do Couto disse...

Esses dias ouvi alguém dizer, em sua pregação, que nem tudo o que fazemos para Deus é momentaneamente prazeroso.

Concordo.

Sejamos honestos: Será que o nosso coração se enche de alegria quando temos de "suportar" em amor um irmão que tenha temperamento de difícil convivência? Difícil, não?

Assim é o sofrimento. Ele não é momentanemente prazeroso, mas produz um peso de glória futura, pois encontra sentido no propõsito de Deus para a nossa existência.

Assim, "quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus", 1 Co 10.31.

Abraços

Joel e Lu disse...

"Porque Deus corrige aquele a quem ama, e açoita a todo o que recebe como filho..."
E se estamos sem correção, não somos filhos...

Ai, mas como dói!!! Contudo, é assim que temos o caráter transformado por Deus, e somos pessoas melhores, cristãos melhores, filhos melhores a cada correção que assimilamos... e isso é motivo de alegria, porque alegra a Deus.

Só não podemos nos deixar dominar pelo sentimento de rejeição e abandono, achando que Deus nos abandonou, porque a verdade bíblica de que DEUS NOS AMA está acima, muito acima tudo aquilo que vemos, sentimos, ouvimos. É fé.

Rodrigo Camargo disse...

Legal que você voltou a postar após um período relativamente longo. Foi difícil a espera pois entrava aqui com frequência esperando novidades. Ótimo post. Louvado seja Deus, ontem, hoje e para sempre.

Alexandre Ribeiro Lessa disse...

Norma,

Parabéns pelo post. Ao lê-lo, recordei de uma citação de J.I.Packer
"Nós podemos concluir que Deus é Soberano porque sabemos que Deus é Deus. Portanto, devemos concluir que Deus preordenou o pecado (mal). O que mais podemos concluir? Podemos concluir que a decisão de Deus permitir que o pecado entrasse no mundo foi uma boa decisão. Isso não quer dizer que o nosso pecado seja uma coisa boa, mas meramente que a permissão de Deus para que pequemos, o que é mau, é uma boa coisa. Que Deus permita o mal é bom, mas o mal que Ele permite ainda é mau. O envolvimento de Deus nisso tudo é perfeitamente justo. O nosso envolvimento nisso tudo é mal..."

Cristiano M. Silva disse...

É verdade Norma. Eu e o Rodrigo (do post acima) somos colegas de trabalho aqui em Sampa e fãs seus. Faço coro com ele quando disse do período longo, estávamos à sua espera.

Louvado seja Deus, pois Ele é Bom.

Jônatas Abdias disse...

C.S. Lewis disse em "O problema do sofrimento" algo parecido com: Deus irá conduzi-lo pelo sofrimento a fim de forjar a imagem de seu filho em você, não sem dor, mas sem mácula.
Eu gosto de dizer que crises são boas, embora doam, porque são oportunidades divinas de repensar a vida e mudar! Crises, ou reforçam que você já é, ou te transformam... Mas o reforço é inútil; quem você já é te levou até a crise, o reforço então reforçará sim a crise.
Não somos masoquistas espirituais, apenas reconhecemos que o calor do fogo que nos prova, arde, mas tornanos mais puros, como o ouro depurado!

Wendell Penedo disse...

"agradecer a Deus pelo mal foi fantástico".


sério, adorei.

pappires disse...

Conhece o hino que diz isso?

Meu Senhor de tudo sabe,
Certamente, sim;
Com cuidados incansáveis
Me protege a mim.
Tudo quanto Deus permite,
Pra meu bem será,
E, no dia mais penoso,
Forças Deus dará.

Sei que Deus o meu futuro
Tem na sua mão;
Seus desvelos compassivos
Incessantes são.
Inda que eu mais tarde encontre
Provações e dor,
Por detrás das negras nuvens
Brilha seu amor.

Gosto de contar-lhe quanto
Me sucede aqui;
Sou seu filho e quer que esteja
Sempre junto a si,
Para que seus bons cuidados
Possa aqui gozar,
Dando graças por aquilo
Que me queira dar.

Oh, sim, confiadamente
Quero prosseguir,
Sem receios, nem cuidados
Quanto ao meu porvir;
Pois que Deus, meu Pai, me assiste
Com divino amor,
Sendo aquele que me guia
Cristo, o Salvador.

Cosmovisao disse...

Oi Norma,
Não existe nada mais na contra-mão da religião pseudo-cristã-evangélica do que o seu post.
Só fica o simples fato de que rebatê-lo é impossível, pois teriam que negam a Bíblia. Por isso o silencio deles...
Creio que o silencio nos leva a uma dose de sofrimento, pois nos confrontamos com a nossa mente, nossas idéias e convicções, mas temos aí uma grande oportunidade de fazer mudanças, sermos curados ... transformados pela renovação da nossa mente.
Espero que o silencio dos sempre contrários, neste momento sirva para imputar a dor da mudança.
Parabens, voce está cada vez melhor (ainda que escrevendo menos).
Abraço.

Rouver Júnior disse...

Norma, parabéns pela postagem. É curta, mas se todos os que se debatem acerca do sofrimento com abstrações e sutilezas reconhecessem o poder, a bondade e a soberania de Deus e, assim, se tornassem submissos a Ele entenderiam que não há verdadeiro descanso se não for debaixo das asas de Deus, à sombra do Onipotente.

Se os supostos auto-suficientes dessem ouvidos ao que chamam de loucura (o Evangelho), veriam que a palavra de Deus é muito mais profunda que qualquer conjunto de obras filosóficas quaisquer, seja toda a obra de Platão, somada a de Aristóteles e a de muitos outros filósofos, seja qualquer outro tipo de manifestação do inteléctuo humano.

obs: AJUDA - Como eu posto textos no lado da página, deixando visível só o título linkado, como você faz?

Norma disse...

Queridos leitores e amigos,

Agradeço muito as manifestações de apreço e carinho! Sinto-me muito feliz de ver o quanto o que escrevo é valorizado justamente neste momento, em que o blog anda quase parado por falta de tempo (excesso de trabalho e mais necessidade de descanso que o normal...).
Como de vez em quando deixo transparecer aqui, tenho passado por uma fase mais reflexiva e isso também me impede de falar tanto. Mas eu creio que isso tudo está nas mãos de Deus, tanto o falar quanto o ficar quietinha, esperando. De toda forma, jamais deixarei de escrever, pois essa necessidade é constitutiva do que sou, desde criança.
Que Deus os abençoe infinitamente!

Rouver,
É o seguinte: eu aprendi a mexer nas configurações do blog por pura observação, indo na página do "Modelo" e verificando como os comandos são, além de pegar aqui e ali umas dicas de HTML. Se você estiver usando o Blogger - na versão antiga, porque da versão nova eu não entendo nada - é só ir ao Modelo (ou Templates) e ver que tem uma parte lá com a palavra "links". Você precisa preencher esse espaço com endereços de sites. Mas tenha paciência, pois para o meu ficar bonitinho demorou à beça. O negócio é ir observando, mexendo e vendo como fica! Mesmo assim, esqueci como se põe foto no espaço do Perfil (é um troço complicado!) e fiquei com preguiça de rever o processo - o resultado é que essa foto feiosa do blog (foto de celular!) ainda continua aí e eu deveria trocar, pois já estou até de cabelo comprido!
Abraços! :-)

Rouver Júnior disse...

Obrigado, Norma, pela resposta.

Olhando com mais atenção, notei que os teus textos não postados neste blog e apenas aparecidos em links estão, na verdade, em outro blog (Coletânea). Se não tiver outro jeito, vou ter que fazer outro blog. Vou, na verdade, fazer outro logo, mesmo que haja meios (se os há) de colocar textos meus linkados.

Obrigado mais uma vez.

Fica com Deus.

A paz do Senhor.